PUBLICIDADE

Comitê Olímpico Internacional mostra preocupação com ideia de Copa do Mundo a cada dois anos

Em conferência na 10ª Cúpula Olímpica neste sábado, COI afirma que Mundial bienal, proposto pela Fifa, pode trazer impacto para o calendário esportivo ao redor do planeta

11 dez 2021 13h44
ver comentários
Publicidade

O sonho da Fifa em realizar a Copa do Mundo a cada dois anos parece cada vez mais distantes. Depois de ver inúmeros opositores, agora foi a vez do Comitê Olímpico Internacional (COI) mostrar preocupação com a ideia. Em conversa durante a 10ª Cúpula Olímpica, realizada neste sábado em Laussane, na Suíça, o tema foi debatido.

Thomas Bach e Gianni Infantino prometem mais conversas sobre Mundial bienal (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP)
Thomas Bach e Gianni Infantino prometem mais conversas sobre Mundial bienal (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP)
Foto: Lance!

Dirigida pelo presidente do COI, Thomas Bach, o evento foi realizado por videoconferência em virtude da Covid-19. Além da discussão sobre a Copa do Mundo, as autoridades debateram também temas como as Olimpíadas de Tóquio, os Jogos Olímpicos de Inverno, que será em Pequim, na China, em 2022, além de Jogos futuros.

Sobre o Mundial, o COI afirmou que a realização do torneio a cada dois anos poderia trazer um impacto para o calendário esportivo em todo o mundo. Vale frisar que, caso a ideia seja aprovada, Copa do Mundo e Olimpíadas serão disputadas no mesmo ano.

Presidente da Fifa, Gianni Infantino esteve presente na reunião e declarou que a ideia ainda está em discussão e que nenhuma decisão foi tomada. Segundo o dirigente, os resultados até o momento são apenas preliminares.

- Os participantes expressaram sérias preocupações sobre as propostas da Fifa para uma Copa do Mundo bienal e o impacto no calendário de eventos esportivos em todo o mundo. Notou-se que, até hoje, não houve nenhuma informação ou consulta a outras Federações Internacionais (FI), Comitês Olímpicos Nacionais (CON) ou ao COI - disse parte do documento.

- O presidente da Fifa explicou que as discussões em andamento na Fifa eram mais amplas do que uma Copa do Mundo bienal e que o que havia sido apresentado até então eram apenas os resultados preliminares, que ainda estão em discussão na Fifa. Ele se ofereceu para se envolver com o Movimento Olímpico nessas discussões - finalizou o COI.

Lance!
Publicidade
Publicidade