PUBLICIDADE

Campeonato Inglês aumenta testes e tem 103 casos de covid-19

Organização do torneio retoma medidas emergenciais após crescimento de casos entre 20 e 26 de dezembro; ao todo 15 duelos já foram adiados

27 dez 2021 15h51
| atualizado às 16h12
ver comentários
Publicidade

O Campeonato Inglês acendeu o alerta de emergência novamente. Após ver os casos de covid-19 caírem semana a semana desde agosto, a Premier League, responsável pela organização do torneio, passou a registrar forte aumento em dezembro e, nos últimos sete dias, já alcançou 103 testes positivos para a doença.

Técnico Steven Gerrard, do Aston Villa, teve covid John Sibley/Action Images/Reuters
Técnico Steven Gerrard, do Aston Villa, teve covid John Sibley/Action Images/Reuters
Foto: John Sibley / Action Images/Reuters

O maior crescimento do segundo semestre aconteceu entre os dias 20 e 26 deste mês. A organização realizou 15.186 testes, dos quais 103 apresentaram resultado positivo. Na semana anterior, 90 casos foram confirmados entre 12.345 exames realizados. O salto é ainda maior se comparados com as duas semanas anteriores, com 42 positivos entre 3.805 testes (6 a 12/12) e 12 positivos entre 3.154 exames (29/11 a 5/12).

O casos levaram a Premier League a retomar suas Medidas Emergenciais, que já haviam sido abandonadas nos últimos meses, com o recuo da pandemia no Reino Unido. Entre as ações previstas estão a realização de um número muito maior de testes. A partir de agosto, o Campeonato Inglês registrava cerca de 3 mil testes por semana. Os resultados positivos caíram para apenas um dígito.

Em outubro, na semana do dia 4 a 10 do mês, foram apenas 1.696 testes realizados. Nenhum caso positivo foi detectado. Entre as semanas anteriores e posteriores a este período, os exames positivos oscilavam de um a seis, sem maiores riscos para os clubes e para a própria realização do campeonato.

A situação, contudo, mudou em dezembro. Com surtos de covid-19 em diferentes times ao mesmo tempo, a Premier League já precisou adiar 15 jogos do Inglês. A tradicional rodada do Boxing Day, por exemplo, contou com a baixa de três jogos no domingo.

Um dos times mais afetados é o Watford. Com tantos jogadores afastados por covid-19, com teste positivo ou por terem tido contato próximo a um infectado, o clube precisou buscar atletas na equipe sub-23 até para realizar os treinos do time principal durante a maior parte deste mês.

"A liga continua trabalhando com os clubes para manter as pessoas seguras, ajudando a mitigar os riscos da covid-19 em seus times. Também estamos em contato próximo com o governo, autoridades locais e grupos de torcedores, ao mesmo tempo em que prometemos nos adaptar rapidamente a quaisquer mudanças futuras nas orientações nacionais ou locais", registrou a direção da Premier League, em comunicado.

Estadão
Publicidade
Publicidade