PUBLICIDADE

Com 45% de aproveitamento, Adilson deixa São Paulo como pior do século

17 out 2011 - 12h33
(atualizado às 12h35)
Publicidade
Dassler Marques

Demitido depois de 22 jogos no comando do São Paulo, Adilson Batista parte do Morumbi com uma incrível marca negativa: os 45% de pontos conquistados no clube fazem dele o pior treinador são-paulino em todo o século. Os números de Adilson são idênticos aos de Sérgio Baresi, que assumiu o time de forma interina por 14 jogos no último ano.

» Paulo Baier = Agostinho? Veja sósias do Brasileiro

Excetuando Baresi, que nunca foi declarado treinador oficial pela direção do São Paulo, Adilson Batista também é o mais breve comandante são-paulino se consideradas as 11 temporadas deste século. Osvaldo Alvarez, o Vadão, é quem mais se aproxima de Adilson no quesito rapidez de sua passagem.

Um dos nomes especulados para assumir o lugar de Adilson nas rodadas finais do Brasileiro, o experiente Emerson Leão é quem possui os melhores números como treinador do São Paulo desde 2001 com aproveitamento de 68% dos pontos conquistados. Curiosamente, ele é seguido por Paulo César Carpegiani, o penúltimo técnico são-paulino e que deixou o clube sob chuva de críticas.

O trabalho de Adilson Batista no São Paulo é mais longo dos que ele realizou por Corinthians e Santos recentemente, mas também é pior em desempenho. Adilson comandou os corintianos por 17 jogos em 2010 e teve aproveitamento de 49%. Já no Santos, nesta temporada, foram só 11 partidas e o treinador obteve 60% dos pontos disputados.

Confira o aproveitamento de todos os treinadores são-paulinos no século:

1º - Emerson Leão em 2004/05 - 68% (26v, 12e e 6d em 44 jogos)
2º - PC Carpegiani em 2010/11 - 66% (30v, 4e e 13d em 47 jogos)
3º - Cuca em 2004 - 64% (31v, 8e e 13d em 52 jogos)
4º - Muricy Ramalho em 2006/09 - 63% (194v, 100e e 66d em 360 jogos)
5º - Osvaldo de Oliveira em 2002/03 - 62% (32v, 12e e 14d em 58 jogos)
6º - Ricardo Gomes em 2009/10 - 61% (40v, 21e e 15d em 76 jogos)
6º - Roberto Rojas em 2003 - 61% (28v, 15e e 11d em 54 jogos)
8º - Osvaldo Alvarez em 2001 - 57% (16v, 4e e 10d em 30 jogos)
9º - Nelsinho Baptista em 2001/02 - 55% (33v, 15e e 20d em 68 jogos)
10º - Paulo Autuori em 2005 - 53% (25v, 11e e 18d em 54 jogos)
11º - Sérgio Baresi em 2010 - 45% - (5v, 4e e 5d em 14 jogos)
11º - Adilson Batista em 2011 - 45% (7v, 9e e 6d em 22 jogos)

Fonte: Terra
Publicidade