2 eventos ao vivo

Árbitro de Cruzeiro x Atlético-MG relata na súmula que "nada houve de anormal"

11 nov 2019
19h44
atualizado às 19h44
  • separator
  • 0
  • comentários

Jean Pierre Gonçalves Lima, árbitro do clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, no último domingo, relatou na súmula que "nada houve de anormal" na partida e não relatou a confusão pós-jogo.

Depois do apito final, as arquibancadas do Mineirão viraram palco de guerra entre as duas torcidas. Jean Pierre já não estava mais em campo quando houve o grande alvoroço. Brigas em camarotes e no estacionamento também foram registradas.

(Foto: Pedro Souza/ Atlético-MG)
(Foto: Pedro Souza/ Atlético-MG)
Foto: Gazeta Esportiva

As cenas lamentáveis não foram só dentro do estádio. A Polícia Militar de Minas Gerais revelou que 53 pessoas foram presas em confrontos antes e depois do clássico.

Em nota, a Minas Arena, responsável pela gerência do Mineirão, alegou que "esses confrontos não tiveram relação com o número efetivo de homens que trabalham na partida".

Todo o ocorrido alimentou mais as discussões da possibilidade dos encontros entre Atlético-MG e Cruzeiro serem realizados com torcida única.

Confira a nota da Minas Arena:

No clássico deste domingo (10), entre Cruzeiro e Atlético, diferentes focos de confrontos entre torcedores, de forma simultânea e em distintos pontos do estádio, foram identificadas. A segurança privada - cerca de 480 homens, e a Polícia Militar trabalharam de forma integrada para garantir a segurança no Mineirão.

Esses confrontos não tiveram relação com o número efetivo de homens que trabalham na partida e o setor de segurança do Mineirão atuou de forma incessante antes, durante e após o jogo.

Importante ressaltar que no posto médico do estádio não houve atendimentos decorrentes de contato físico entre torcedores.

O Mineirão esclarece, ainda, que repudia qualquer ato de violência, injúria racial e moral praticado nas dependências do estádio e fora dele, e se solidariza com os profissionais da segurança agredidos verbalmente por torcedores. O estádio ressalta que está à disposição das autoridades competentes para colaborar com as investigações.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade