PUBLICIDADE
Logo do Fortaleza

Fortaleza

Favoritar Time

Marcelo Paz diz que ataque em Recife contra delegação do Fortaleza foi "ato premeditado"

Marcelo Paz, classificou o ato como "premeditado" e disse que o Fortaleza só deveria voltar a jogar após os responsáveis serem punidos.

22 fev 2024 - 12h16
(atualizado às 12h16)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Mateus Lotif/Fortaleza / Esporte News Mundo

A delegação do Fortaleza desembarcou na manhã desta quinta-feira (22) na capital cearense, após o empate diante do Sport na Arena Pernambuco, pela Copa do Nordeste.

Após a partida, o ônibus do Leão foi atacado com pedras, e seis jogadores ficaram feridos e o o CEO do clube, Marcelo Paz, classificou o ato como "premeditado" e disse que o time só deveria voltar a jogar após os responsáveis serem punidos.

"A gente estava trabalhando, não teve hostilidade no jogo e depois aconteceu isso. O Fortaleza só deveria voltar a jogar quando estivesse com os jogadores recuperados, até para dar exemplo. Nossos médicos vão nas casas dos jogadores, porque hoje é dia de descanso. As pessoas que fizeram aquilo não podem passar impunes", cravou o CEO.

"Saímos do jogo e, para quem não conhece, a Arena Pernambuco é distante de Recife. Vimos o movimento de torcedores do Sport com camisa amarela e de repente o impacto e jogadores gritando. Vi o Sasha ferido e sangrando, terror, não sabíamos o que tinha acontecido. Tinha uma viatura e seis motos, mas não foi suficiente. Para mim foi um ato premeditado", completou.

O Leão do Pici volta a campo na Copa do Brasil na próxima quinta-feira, contra o Fluminense-PI no Lindolfo Monteiro às 20h.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade