PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Favoritar Time

Diniz não projeta rodízio no Fluminense e diz que avaliará necessidade de poupar

29 jul 2022 - 16h45
Ver comentários
Publicidade

O Fluminense ficou perto da semifinal da Copa do Brasil após vencer o Fortaleza, no Castelão, por 1 a 0. O resultado aumentou a sequência de bons resultados da equipe comandada por Fernando Diniz.

Os cariocas chegaram a marca de 11 jogos sem derrota. Além da boa fase na Copa do Brasil, os tricolores também estão em boa posição no Campeonato Brasileiro.

O técnico Fernando Diniz foi questionado sobre a possibilidade de promover um rodízio no elenco por conta da sequência de jogos. O comandante descartou a chance e falou sobre quando pode trocar atletas.

"Costumeiramente, a minha lógica não vai só pelo dado fisiológico, pelos dados de futebol, ela depende muito de como os jogadores se percebem durante os jogos, quando começa a ter jogo sequencial. Tem jogador que você joga uma temporada inteira dobrando o jogo, até tendo uma idade maior, e o cara joga e aguenta. O jogador que diz muito. Dados fisiológicos é uma coisa, calendário é outra coisa, mas o preponderante é como a coletividade responde a isso, e a individualidade", disse.

"Para mim, não tem uma receita. Eu repito times e, pontualmente, quando acho que tem que trocar, a gente troca, mas não tem uma receita, uma lógica já pré-estabelecida de poupar ou não. Se a gente achar que precisa poupar, vai poupar. Se achar que precisa poupar o time todo, vai poupar. É uma possibilidade, mas para mim nunca vai ser uma receita, depende muito do que vamos perceber dos jogadores, da individualidade e também da coletividade durante o processo todo", finalizou.

O Fluminense volta a campo nesta segunda-feira, contra o Santos, na Vila Belmiro, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade