0

Zaga é única dor de cabeça no Flamengo

26 fev 2020
12h06
atualizado às 12h06
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A dupla Rodrigo Caio-Pablo Marí ajudou muito na campanha vitoriosa do Flamengo em 2019. Até o então reserva Rhodolfo deu conta do recado quando acionado. Mas, neste início de ano, a zaga do time tem sido um pesadelo para seus torcedores. Nesta quarta, na decisão da Recopa Sul-Americana contra o Independiente del Valle, no Maracanã, a torcida rubro-negra espera, enfim, que Leo Pereira e Gustavo Henrique tenham atuação convincente.

O técnico Jorge Jesus durante partida entre Flamengo e Resende pela quinta rodada da Taça Guanabara
O técnico Jorge Jesus durante partida entre Flamengo e Resende pela quinta rodada da Taça Guanabara
Foto: RUDY TRINDADE/FRAMEPHOTO / Estadão

Os dois vão formar a zaga titular, por causa de lesão sofrida por Rodrigo Caio na quarta-feira passada, no jogo de ida da final da competição, no Equador, quando houve empate por 2 a 2. Ele está fora da partida. Sem Pablo Marí, negociado para o Arsenal, da Inglaterra, e Rhodolfo, transferido para o Coritiba, restou ao técnico Jorge Jesus optar por Leo e Gustavo.

Os dois, em clara demonstração de falta de entrosamento, vêm falhando bastante. Foram muito mal na semifinal da Taça Guanabara – na vitória sobre o Fluminense por 3 a 2 -, e repetiram erros na decisão desse turno do Carioca (Fla 2 x 1 Boavista).

No jogo em Quito, Gustavo Henrique deixou a desejar, mesmo fazendo dupla com Rodrigo Caio. Quando este deixou o campo, contundido, Jorge Jesus escalou Thuler, que não comprometeu.

Como a torcida do Flamengo tem fama de exigente, é certo que não aceitará passivamente, nesta quarta, novas falhas de Gustavo Henrique e Leo Pereira. Até porque há um título em disputa. Por outro lado, os dois vão ter, contra o Independiente, uma ótima oportunidade de dar a volta por cima e iniciar uma nova fase no Rubro-Negro.

Veja também:

Os artilheiros do Flamengo no século XXI

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade