PUBLICIDADE
Logo do

Flamengo

Meu time

Flamengo vence o Sport e encosta de vez no G-4 do Brasileiro

Duelo foi realizado no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, já que o Maracanã está fechado para ajustes no gramado

15 ago 2021 17h58
| atualizado às 18h01
ver comentários
Publicidade
Flamengo venceu o Sport pela 16ª rodada do Brasileirão (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Flamengo venceu o Sport pela 16ª rodada do Brasileirão (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Foto: Lance!

O Flamengo se recuperou da goleada sofrida na semana passada e, neste domingo, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, recebeu o Sport e não permitiu o passeio da zebra no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda - já que o Maracanã está fechado para ajustes no gramado.

A vitória sem "forçar" foi por 2 a 0, com gols de Bruno Henrique e Everton Ribeiro, e manteve os cariocas firmes na cola do G-4, agora distante por apenas um ponto.

O jogo

O Sport tinha uma ingrata missão na tarde de hoje. Mesmo assim, o clube pernambucano, que possuía a melhor defesa do Brasileirão junto à do Atlético-MG (11 gols sofridos), chegou amparado à sequência de quatro jogos seguidos sem ser vazado. Mas, ao lado de Pedro desta vez, Bruno Henrique estava sedento para seguir a fase decisiva e acabar com tal invencibilidade. Ele foi à rede depois de receber um "passamento" pelo alto do encantado Arrascaeta: cabeçada de manual para chegar a oito gols na competição e se isolar na artilharia.

Cabeçada certeira de Bruno Henrique (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Cabeçada certeira de Bruno Henrique (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Foto: Lance!

Mesmo com oito desfalques, o Flamengo jogou à vontade em quase todo o primeiro tempo. Esteve com cinco jogadores no meio, já que Filipe Luís transitou na região com extrema liberdade, e pendulou a bola como bem quis. Perto da área, faltou capricho e sobrou preciosismo, sendo que Pedro não acompanhou o brilhantismo de Arrascaeta e Bruno Henrique. Embora o Sport estivesse perdido na marcação e sem arma alguma para incomodar, o placar parcial terminou aberto - e vale mencionar um gol anulado de João Gomes.

Para evitar qualquer susto, o Flamengo matou o jogo logo no primeiro lance de ataque da etapa final. Na ocasião, a envolvente troca de passes surtiu efeito, após boa passagem de Isla, passe de Arrascaeta e finalização de Everton Ribeiro, perto da pequena área. A bola desviou em Ronaldo e caprichosamente saudou o barbante. Ali, as expectativas pernambucanas foram limadas, tanto que, apesar de diversas trocas e a estreia de Hernanes, vindo do banco, Diego Alves só trabalhou uma vez, em arremate de fora. Foi uma vitória tranquila de um time que passou a jogar em ritmo de treino e não ampliou por displicência (e mais um gol anulado já nos acréscimos, marcado por um ansioso Pedro).

Arrascaeta brilhou na criação (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Arrascaeta brilhou na criação (Foto: Marcelo Cortes / CRF)
Foto: Lance!

Agora, com 27 pontos no Brasileirão e ainda com duas partidas a menos em relação à maioria, o Flamengo vira a chave e a direciona para a Libertadores. Nesta quarta-feira, decide uma vaga nas semifinais da Libertadores contra o Olimpia, em Brasília (na ida, triunfo por 4 a 1). Pelo Brasileiro, o compromisso a seguir será diante do Ceará, fora de casa, no domingo que vem (22). No mesmo dia, o Sport - estacionado nos 15 pontos - recebe o São Paulo.

Lance!
Publicidade
Publicidade