PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul
Logo do Cruzeiro

Cruzeiro

Favoritar Time

Larcamón assume responsabilidade pelo vice estadual do Cruzeiro

Treinador argentino mostra abatimento após derrota alvinegra para o Cruzeiro; mesmo assim, defende esquema de jogo

7 abr 2024 - 22h21
(atualizado em 8/4/2024 às 15h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Pedro Souza / Atlético - Legenda: Raposa não segura Galo e fica com o vice-campeonato estadual / Jogada10

O técnico Nicolás Larcamón assumiu a responsabilidade pela derrota do Cruzeiro para o Atlético na decisão do Campeonato Mineiro. A Raposa chegou a largar na frente com Mateus Vital, mas permitiu a virada que garantiu o pentacampeonato do rival no Mineirão.

Ao ouvir gritos de "burro" por parte da torcida celeste na saída do gramado, Larcamón admitiu que as substituições não surtiram efeito. O argentino, entretanto, citou que o revés alvinegro não se deu pelas mexidas.

"Difícil falar de porcentagem (em relação à sua responsabilidade na perda do título), não é matemático. É um dia ruim para falar disso. Somos uma equipe. O torcedor tinha a expectativa de desfrutar essa coroação, mas o momento é de todos assumirmos juntos", iniciou.

Larcamón defende convicções

Apesar da derrota por 3 a 1 no clássico, Larcamón não deixou de justificar o esquema defensivo. Inicialmente com Zé Ivaldo e Neris, o treinador tirou Mateus Vital aos 16 minutos do segundo tempo para colocar João Marcelo. Com três defensores, o Cruzeiro viu o Atlético crescer de produção e alcançar a virada no placar.  J

"Essa análise tem intenção de falar algo que não aconteceu. Foram três zagueiros no primeiro jogo, na Arena MRV. Lá foi ruim, mas a remontada também foi. Vital teve uma lesão muscular e não conseguiu ficar em campo. O Atlético agrediu com os alas, e o Saravia fez uma jogada decisiva. Poderia ser com Arthur, Barreal…", continuou.

Por fim, Cruzeiro explicou que seus jogadores sentiram o gol de empate e não conseguiram voltar a atacar o adversário.

"A decisão era sustentar o momento emocional após o gol, em que o Atlético se abriu para descontar. Infelizmente, não nos controlamos na defesa e levamos um gol. Tenho que me responsabilizar, já que essa mudança não saiu como eu esperava. Então é assumir. Fizemos um grande Campeonato Mineiro, mas não fomos os vencedore. Dói muito em mim, nos atletas. Temos que trabalhar para ganhar nosso próximo jogo, na quinta", concluiu.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Publicidade