1 evento ao vivo

Dedé mostra decepção por não ter sido convocado para Copa

25 jul 2014
16h34
atualizado às 16h35
  • separator
  • 0
  • comentários

De volta ao time do Cruzeiro após um longo tempo se recuperando de uma contusão no joelho direito, o zagueiro Dedé afirmou que ficou decepcionado por não ter sido convocado por Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo de 2014. O jogador, entretanto, utilizou da situação para refletir sobre sua carreira.

<p>Dedé lamentou o rendimento da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo</p>
Dedé lamentou o rendimento da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo
Foto: Getty Images

“Foi um ano que comecei muito bem, ganhamos Estadual, fiquei baqueado com a situação da Copa Libertadores, cansaço e estresse. Isso me atrapalhou um pouco, deu uma caída no rendimento. Foram cinco partidas para apagar da minha imagem com o escudo do Cruzeiro. Estou agora com os meus familiares e minha noiva está comigo. Estou me sentindo mais maduro no período em que fiquei machucado. Depois que vi grandes jogadores na Copa se destacarem, refleti”, explicou.

Na época, logo após a convocação de Felipão, a queda de rendimento do defensor ficou visível na zaga celeste. O jogador teve uma sequência de partidas ruins chegando até o confronto contra o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, quando se contundiu. Dedé analisa que a equipe canarinho estava nervosa durante a competição.

“Tive algumas oportunidades com o Felipão, mas infelizmente não fui para a Copa. Na Copa, vi que o time estava nervoso em certos momentos. Analisando bem, o que aconteceu contra a Alemanha foi um apagão. Quando você toma um gol, você se sente muito mal. A Alemanha foi um time muito maduro, mereceu a taça, aproveitaram bem bastante o baque que deu no Brasil. É difícil falar, analisar a situação da Seleção. A gente fica triste pelo resultado, mas sabemos da qualidade dos jogadores e do treinamento, que trouxe a taça em 2012 pra gente”, destacou.

Dedé disse, ainda, que acredita no sucesso de Dunga em sua segunda passagem pela Seleção. “Dunga, o que vi em tudo que fez na Seleção, foi para mim, sem ser hipócrita ou puxa-saco, foi muito bem. Ganhou tudo que tinha de ganhar. Infelizmente, nas quartas de final, o Brasil perdeu e sobrou para ele. É um treinador qualificado, acho que merecia segunda chance. Tomara que dê tudo certo. Vou trabalhar bastante. O Cruzeiro pode me ajudar bastante com essa situação de ser convocado. Dunga tem muita experiência. Essa Copa foi muito boa. Seleção Brasileira está bem servida”, finalizou.

Fonte: Marcellus Madureira Rodrigues de Oliveira - ME - Especial para o Terra Marcellus Madureira Rodrigues de Oliveira - ME - Especial para o Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade