PUBLICIDADE
Logo do Cruzeiro

Cruzeiro

Favoritar Time

Bruninho avisa ao Modena que pretende voltar ao Brasil em 2024

Bruninho anunciou nessa semana o desejo de voltar ao Brasil após o final de contrato com o Modena (ITA), clube que defende desde 2021. O clube, no entanto, ainda não foi anunciado, mas o levantador de 37 anos cravou através da assessoria pessoal o retorno ao voleibol brasileiro. Em ano olímpico, o capitão da Seleção […]

17 fev 2024 - 20h31
(atualizado às 20h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Bruninho jogando pelo Modena, da Itália
Bruninho jogando pelo Modena, da Itália
Foto: Esporte News Mundo

Bruninho anunciou nessa semana o desejo de voltar ao Brasil após o final de contrato com o Modena (ITA), clube que defende desde 2021. O clube, no entanto, ainda não foi anunciado, mas o levantador de 37 anos cravou através da assessoria pessoal o retorno ao voleibol brasileiro. Em ano olímpico, o capitão da Seleção Brasileira revelou a vontade de ficar mais perto da família.

- Vivi anos incríveis na Itália, principalmente em Modena, recebi um carinho enorme todo esse tempo e sou muito grato por tudo. Só que agora chegou a hora de voltar pra casa, de estar mais perto da família. Muita coisa ainda precisa ser acertada, ajustada, mas eu retornarei ao Brasil depois dessa temporada. Foi uma jornada maravilhosa na Europa, com grandes amizades feitas, grandes adversários superados, todos os títulos possíveis e muito aprendizado. Agora é foco total em terminar da melhor maneira possível essa temporada em Modena. E depois, só depois, preparar a mudança - disse Bruninho através da sua assessoria pessoal.

No Brasil, Bruninho fez história defendendo o Cimed/Florianópolis no começo da carreira, onde foi tetracampeão da Superliga e entre outros títulos com a camisa do clube catarinense. O levantador ainda rodou por outros times brasileiros, como Fluminense, Unisul, RJX, Sesi-SP e por último, esteve no Vôlei Taubaté na temporada 2020/21, que também acabou conquistando a Superliga.

Na Itália, Bruninho ficou marcado por defender o Modena, tendo conquistado uma vez o Scudetto (Campeonato Nacional A1), a Supercopa Italiana, o bicampeonato da Copa Itália e a Copa CEV. Entretanto, no país europeu, foi em uma passagem curta pelo Lube Civitanova (2018-2020) que levantador brasileiro conquistou os últimos títulos que faltava para ser reconhecido como campeão de tudo, como o Mundial de Clubes e a Champions League, entre outros.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade