1 evento ao vivo

Seedorf se cala sobre ser técnico do Milan; Oswaldo pede permanência

27 abr 2013
22h07
atualizado às 22h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Apesar da vitória de goleada (5 a 0 sobre o Resende) que levou o time à final da Taça Rio, o vestiário do Botafogo foi surpreendido com a notícia de que Seedorf pode estar de saída do time carioca. O jornal italiano Gazzetta dello Sport noticia em sua capa deste domingo que o holandês é a primeira opção do presidente do Milan, Silvio Berlusconi, para substituir o técnico Maximo Allegri.

<p>Ap&oacute;s vit&oacute;ria do Botafogo, Seedorf saiu sem dar entrevistas</p>
Após vitória do Botafogo, Seedorf saiu sem dar entrevistas
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Seedorf, que marcou o último gol do jogo contra o Resende, não deu entrevistas depois da partida. Mas o técnico do Botafogo, Oswaldo de Oliveira, foi taxativo: o camisa 10 é fundamental para sua equipe e, se depender dele, não há a mínima chance de perdê-lo.

“Se ele conseguisse conciliar ser jogador do Botafogo e técnico do Milan, pode ir. Mas eu preciso muito dele aqui”, disse o técnico. O presidente do Botafogo, Mauricio Assumpção, disse que não tinha nenhuma informação sobre a negociação de Seedorf com a equipe italiana.

Seedorf atuou no Milan como jogador por 10 anos, entre 2002 e 20012 – foram 300 jogos e 47 gols. Com a camisa rubro-negra, conquistou dois títulos do Campeonato Italiano (2003-2004 e 2010-2011), além de dois troféus da Liga dos Campeões da Europa (2002-2003 e 2006-2007), além da Copa do Mundo de Clubes (2007).

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade