PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Favoritar Time

John Textor diz que Botafogo vai contratar nome de impacto e mais quatro ou cinco jogadores na janela

Empresário conversa em live com influenciadores e garante que investimentos estão relacionados à tabela; De La Cruz, Erison e Matheus Nascimento também são assuntos

25 mai 2022 14h51
| atualizado às 15h28
ver comentários
Publicidade

O Botafogo vai agitar mais uma vez o mercado da bola. A próxima janela de transferências será aberta em julho e John Textor garantiu que o Alvinegro vai contratar um nome de impacto para o meio-campo, além de mais quatro ou cinco jogadores para reforçar o elenco para o restante da temporada.

John Textor promete agitar o mercado da bola na próxima janela de transferências (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
John Textor promete agitar o mercado da bola na próxima janela de transferências (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

- Sempre precisamos de opções de ataque, estamos experimentando diferentes opções nas pontas, então podemos ter mais força nessas pontas. Provavelmente teremos quatro ou cinco jogadores na segunda janela, isso é uma suposição.

Em live do canal "Fala, Fogão" com youtubers do clube, Textor foi questionado também sobre a possibilidade da chegada de um reforço de peso para o meio-campo e foi direto na resposta:

- Sim, certamente.

O acionista explicou ainda qual será a estratégia do Botafogo na segunda janela de transferências do ano. Segundo ele, a situação na classificação do Brasileirão terá relação com os investimentos.

- Vamos supor que chegue a janela, nossos resultados continuem bons, subindo na tabela. Se virmos uma boa chance real de conseguir um lugar mais alto, uma Libertadores, ou mesmo o título... Você pode tentar alguém mais velho, mais experiente. Mas, se você não subir na tabela, se estiver no meio, se não tiver uma real oportunidade de um lugar mais alto, devemos priorizar jovens talentos para continuar evoluindo gradativamente.

INVESTIDA EM DE LA CRUZ

John Textor também foi perguntado sobre a possibilidade do Botafogo contratar o meia uruguaio, do River Plate, Nicolás De La Cruz. O que não foi negado. Contudo, assegurou desconhecer as conversas pelo jogador.

O L! apurou que a diretoria apresentou um projeto ao agente do uruguaio e colocou o atleta de 24 anos como sonho para segunda janela de transferências. Contrato com clube argentino vai até o fim do ano (leia mais aqui).

Além de De La Cruz, o Botafogo também tem interesse no lateral-esquerdo Marçal e o atacante Zahavi. Um atacante de velocidade e um goleiro para disputar posição com Gatito Fernández também está no radar da diretoria. E mais um intercâmbio com o Crystal Palace pode acontecer, como no caso do boliviano, Sebastian Joffre.

RENOVAÇÕES DE ERISON E MATHEUS NASCIMENTO

O empresário comentou o esforço do Botafogo para manter jogadores de destaque no elenco, como Erison e Matheus Nascimento. Ambos já conversam com o clube, mas contatos ainda são iniciais.

- É um pouco mais complicado (caso de Matheus Nascimento), porque é mais jovem, todo o mundo quer uma parte dele, temos recebido ligações por ele. Sua família comunicou diretamente a mim o desejo de continuar no Botafogo se desenvolvendo. Gostei muito do pai e da mãe, já conversei com ele recentemente também. O Botafogo, com Luís Castro, está numa boa posição de ajudá-lo, de desenvolvê-lo num sistema de jogo que é muito similar ao que inspira ele a atuar na Europa. Estamos conversando sobre normalizar o contrato com o Matheus. São dois casos muito importantes, temos muito a oferecer a eles para ficar o máximo de tempo conosco e desenvolvê-los e, quando for tempo de ir para a Europa, poderemos ajudá-los - afirmou Textor.

Com 'El Toro', o Glorioso pretende aumentar a porcentagem de participação sobre os direitos econômicos. Hoje são apenas 10%. Na negociação com Matheus, a ideia é fazer um contrato mais longo para ficar com a joia da base por mais tempo.

- Nunca vi uma situação em que você tem um atacante de destaque e só tem 10% dele (caso Erison). Créditos ao (Eduardo) Freeland por ter trazido, porque infelizmente o clube tinha muito pouco dinheiro naquela época e foi muito difícil trazer nos termos normais… Não gosto de falar que estamos comprando um pedaço maior, mas sim que estamos tentando normalizar nossa relação contratual com um centroavante de destaque do nosso time - finalizou.

Lance!
Publicidade
Publicidade