PUBLICIDADE
Logo do Bahia

Bahia

Favoritar Time

Ceni lamenta placar mínimo contra o Criciúma

Rogério Ceni elogiou a atuação dos seus comandados, que segundo o treinador, mereciam ter colocado uma vantagem maior no placar. Ausência de mais gols, inclusive, foi motivo de lamentação de Ceni

1 mai 2024 - 08h06
(atualizado às 08h06)
Compartilhar
Exibir comentários
(
(
Foto: Letícia Martins/EC Bahia / Esporte News Mundo

Bahia venceu o Criciúma por 1 a 0 no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Depois da partida disputada na noite desta terça-feira, na Arena Fonte Nova, Rogério Ceni elogiou a atuação do Bahia

O Bahia venceu o Criciúma por 1×0 no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil  
O Bahia venceu o Criciúma por 1×0 no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil
Foto: Esporte News Mundo

O Esquadrão garantiu  resultado positivo com gol de Thaciano, após uma belíssima jogada coletiva. Durante partida, a equipe criou outras oportunidades, Ceni considerou que 1×0 ficou barato. 

- Mais uma vez a gente controlou bem o jogo e foi propositivo. Uma pena não sair com uma diferença maior. Sei como é difícil jogar em Criciúma. Tenho certeza que vai ser uma grande batalha o jogo de volta. Uma pena não ter ampliado o marcador para ter uma tranquilidade lá. -analisou Ceni

Ceni completou a análise: "Destacar novamente um jogo bem construído, criando boas oportunidades, tendo bons passes. […] O time manteve intensidade, teve chances. Depois das trocas, também continuou tendo chances. De alguma forma, a gente fica feliz pelo volume de jogo e poderia estar melhor se nós tivéssemos conseguido fazer ao menos o segundo"

A vitória contra o Criciúma foi a segunda seguida em que o Bahia não sofreu gols. E foi também a segunda seguida com a dupla formada por Kanu e Gabriel Xavier. O trienador explicou porque não escalou Cuesta, que está recuperado da cirurgia no nariz, e voltou a elogiar o sistema defensivo da equipe.

- Todos os zagueiros têm condições de jogar. Quatro deles estão jogando mais. Cuesta teve essa cirurgia, mas não teve porque apressar a voltar dele. Kanu e Gabriel foram bem. - disse Ceni.

Por fim, o treinador reconheceu uma melhora na postura do Bahia, mas evitou euforia quando questionado se o time estaria completamente encaixado para a temporada. 

- Ainda é cedo. Futebol é uma expulsão, um cartão, uma lesão. Hoje a gente entende que valeu ter passado janeiro e fevereiro trocando oito jogadores por jogo. Estamos sem lesões musculares. A gente consulta todos os departamentos para ter certeza que pode escalar os jogadores. Agora temos quatro dias de treino para nos preparar bem. 

- finalizou Ceni.

O jogo de volta da Copa do Brasil, contra o Criciúma, está marcado para o dia 23 de maio, uma quinta-feira, no Heriberto Hülse, às 19h (horário de Brasília). Mas antes, como citado por Rogério Ceni, o Bahia tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro, e, neste domingo, encara o Botafogo, no Engenhão, às 18h30.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade