PUBLICIDADE

F1: Newey admite que regulamento ajudou Red Bull a dominar

Em entrevista ao The Race, Newey reconhece que alteração técnica no regulamento ajudou a Red Bull a aumentar sua vantagem na F1

2 jan 2024 - 14h17
Compartilhar
Exibir comentários
Adrian Newey admitiu que as mudanças ajudaram a equipe
Adrian Newey admitiu que as mudanças ajudaram a equipe
Foto: Divulgação / Red Bull Racing

Uma mudança de regulamento sempre causa debate e expectativa. Em 2022, a F1 entrou em uma nova geração de carros. Como esperado, algumas coisas mudaram para 2023, mediante a pedidos das equipes e adequações que naturalmente seriam feitas para corrigir problemas e maximizar desempenho. 

O diretor técnico da Red Bull, Adrian Newey, admitiu que a mudança no regulamento técnico ajudou a Red Bull a aumentar a sua dominância de um ano para outro. Para 2023, foi imposto a todas as equipes um aumento de 15 mm no assoalho traseiro e 10 mm na altura do difusor, afetando diretamente o desempenho nas curvas de alta velocidade. 

Newey diz que, no começo, acreditava que essa mudança poderia prejudicar a Red Bull, mas depois entendeu que pudesse gerar o efeito contrário:

“Quando essa mudança foi anunciada, discutimos internamente. Algumas pessoas dentro da equipe falaram que nós teríamos que protestar contra essa decisão. Imediatamente lembrei que éramos piores do que a Ferrari nas curvas de alta, então acabou que essa mudança funcionou bem para nós”, disse Newey ao The Race. 

Nos resultados, a alteração realmente fez diferença. A Red Bull foi novamente campeã de pilotos e construtores, sendo talvez o monoposto mais dominante da história da F1. Em estatísticas, venceu 21 corridas de 22 possíveis em 2023 e bateu o recorde de vitórias anteriormente alcançado pelo MP4/4 da McLaren de 1988 que venceu 15 de 16 corridas daquele ano. 

Parabólica
Compartilhar
Publicidade
Publicidade