PUBLICIDADE

Atleta perde título por fazer comemoração ilegal na natação

Owen Lloyd tinha chegado em primeiro lugar na prova de 1500 metros livres

28 fev 2024 - 18h02
(atualizado às 19h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Owen Lloyd perdeu o título da prova de 1500 metros livres do Campeonato ACC de Natação e Mergulho, por conta de uma “interferência entre nadadores”, algo proibido pelo regulamento da NCAA. Ross Dant ficou com o título e mostrou revolta em relação à decisão dos árbitros.
Foto: Reprodução

O nadador norte-americano Owen Lloyd perdeu o título que conquistou após vitória em uma prova de 1500 metros livres por conta de uma 'comemoração ilegal'.

Owen nadou os 1500 metros em estilo livre pelo Campeonato ACC de Natação e Mergulho, fazendo um tempo de 14m37s04. Ross Dant terminou a disputa segundos depois, tinha ficado em segundo lugar, mas, com a desclassificação de Lloyd, ficou com o título.

Lloyd subiu na raia e estendeu a mão para comemorar com Dant, que é seu companheiro de equipe. Ele se atrapalhou e acabou caindo na pista do amigo enquanto a prova ainda estava acontecendo. Os árbitros entenderam que isso foi uma  “interferência entre nadadores”, como diz o regulamento da NCAA: “Qualquer competidor que interfira com outro nadador durante uma corrida será desqualificado dessa corrida, sujeito ao critério do árbitro”.

Após decisão da arbitragem, Lloyd foi desclassificado e ficou visivelmente perturbado. Em um vídeo divulgado no Youtube, ele enterra a cabeça nas mãos à beira da piscina quando as câmeras mostram o momento em que ele descobre que estava sendo desclassificado.

“Chateado, irritado e confuso com o que aconteceu esta noite, mas não derrotado”, disse Lloyd no Instagram. “Eles podem tirar os pontos e a vitória oficial, mas nunca poderão tirar minha motivação, minha paixão e meu amor pelo meu time. Há lições a serem aprendidas e tenho certeza de que encontrarei o lado bom desta experiência, mas sei que não terminei e que tudo isso apenas adicionou mais lenha ao fogo”, declarou.

Em vez de comemorar, Ross Dant demonstrou revolta e também não concordou com a decisão, que lhe rendeu o título.

“Acho que essa é a regra mais idiota da natação. Owen me venceu de forma justa. Ele deveria estar naquele pódio", disse Dant na transmissão da rede ACC.

"Ele estava animado. Essa foi uma grande vitória para ele. Ele mereceu isso, e essa é a sua emoção. Isso é o que ganhamos na natação quando nos saímos bem. Treinamos o ano todo para um momento desses, e tê-lo desclassificado é a coisa mais idiota do mundo”, completou.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade