PUBLICIDADE

Wanessa Camargo revela hábito de parcelar tudo no cartão de crédito: afinal, isso é bom ou ruim?

Especialistas em finanças pessoais explicam quando é recomendado parcelar uma compra

26 fev 2024 - 19h30
Compartilhar
Exibir comentários
Wanessa Camargo faz revelação sobre como usa o cartão de crédito no BBB24.
Wanessa Camargo faz revelação sobre como usa o cartão de crédito no BBB24.
Foto: Reprodução/Globo / Márcia Piovesan

A cantora Wanessa Camargo revelou durante conversa no Big Brother Brasil 24, que costuma parcelar todas as suas compras. A sister afirmou que parcela tudo que compra, seja caro ou barato, em dez vezes no cartão de crédito. O hábito, que é comum a muitos brasileiros, não é recomendado por especialistas em finanças pessoais ouvidos pelo Terra

"Não se pode parcelar tudo, pois esse é um passo para ter um descontrole financeiro. Um dos cuidados é não parcelar itens como roupas, calçados e presentes, pois você pode comprar novamente itens semelhantes em meses seguintes e acabar acumulando um parcelamento com outros existentes", explica o especialista e professor da FIA Business School, Marcos Piellusch.

Thiago Godoy, educador financeiro da Rico, diz que parcelar tudo não é uma decisão financeira saudável, mas que em alguns casos o parcelamento pode ser indicado. Todavia, há de se avaliar antes a capacidade de pagamento, o prazo de pagamento, a taxa de juros e encargos adicionais. A orientação geral é evitar parcelar contas com juros altos ou com condições que não vai conseguir cumprir. 

"Parcelar pode ser uma opção conveniente quando você vai comprar algo que não tem o valor total em mãos, mas desde que essa compra seja necessária, emergencial e vai lhe trazer benefícios significativos. Também em situações em que a pessoa não tem o dinheiro disponível e existem descontos muito grandes ou uma oferta rara", afirma Godoy. 

Influenciadores revelam primeiras 'publis' com valores irrisórios Influenciadores revelam primeiras 'publis' com valores irrisórios

Cuidado com a inadimplência

Ambos os especialistas alertaram para os cuidados na hora de parcelar uma compra para evitar ficar inadimplente. Marcos Piellusch orienta colocar no cartão  apenas itens de mais alto valor. Ele também sugere que anote em uma planilha os parcelamentos existentes, e só volte a comprar quando o parcelamento atual terminar.

"Geralmente, a pessoa vê o valor da parcela e percebe que 'cabe' em seu orçamento, mas esquece que ela já tem outros parcelamentos feitos em meses anteriores. Aí acontece o problema, pois um parcelamento se soma a outro, fazendo com que o valor da fatura fique muito elevado."

O percentual de famílias com dívidas no Brasil ficou em 78,1% em janeiro deste ano, de acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Desse total, 29,9% estão inadimplentes.

"Você pode acumular muitas dívidas e parcelamentos e comprometer sua saúde financeira a longo prazo. É sempre bom lembrar que o parcelamento é uma dívida. Então, é muito importante ter muito cuidado para não ter problemas e ficar inadimplente", finaliza Godoy.

Descubra o valor do aluguel de mansão de Lenny Kravitz que está disponível no Rio Descubra o valor do aluguel de mansão de Lenny Kravitz que está disponível no Rio

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade