0

Técnicas fundamentais de oratória para apresentações

Na nossa conversa de hoje, separei uma lista com técnicas de oratória direcionadas para apresentações em público.

21 ago 2019
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Olá, Speakers!

Grande parte dos profissionais que buscam aprender e aprimorar técnicas de oratória tem o objetivo principal de conseguir melhores performances em apresentações em público, já que esse tipo específico de situação de exposição de fala tem se tornado comum para pessoas de diversas profissões e cargos.

Sabendo disso, na nossa conversa de hoje, separei uma lista com técnicas de oratória direcionadas para apresentações em público.

As pessoas param de prestar atenção em você antes mesmo de acabar a sua exposição oral? Sua audiência não entende o que você diz ou faz interpretações equivocadas? Então siga a leitura e passe a incorporar essas técnicas no seu dia a dia profissional e pessoal! Você sentirá a diferença!

Foto: Shutterstock

Planeje cada momento da sua fala

Contar com a sorte ou o improviso não é a melhor ideia em apresentações em público, especialmente porque essas incertezas acabam influenciando na sua autoconfiança, mesmo que você não perceba isso com clareza.

Por essas e outras razões, planejar detalhadamente a sua fala é uma técnica importante para ter melhores apresentações em público. Quando eu digo “planejar detalhadamente”, me refiro a uma série de cuidados e decisões, tais como:

- definir o que você quer abordar e pesquisar sobre o tema

- saber quais serão as suas estratégias (Humor? Contar uma história?)

- o uso ou não de slides e, se decidir usá-los, planejar o conteúdo

Como podemos ver, uma apresentação, para ser, ao mesmo tempo, eficiente e profissional, exige do comunicador um planejamento prévio, que demanda dedicação e horas de treinamento. Esse passo aumentará a sua segurança nos palcos, diminuindo a ansiedade consideravelmente!

Aprimore a forma como pronuncia as palavras

Em exposições orais, nós, comunicadores, estamos mais expostos do que em outras situações. Por isso mesmo, tudo parece ter um peso maior.

Por exemplo: se, no meu dia a dia, eu tenho o hábito de começar todas as minhas frases com “e aí”, pode ser que as pessoas ao meu redor não percebam isso. No entanto, numa apresentação em público, rapidamente a minha plateia identificará esse vício de linguagem. E, provavelmente, se incomodará por ele.

Outros vícios de linguagem são: a cacofonia (palavras que, juntas, formam uma expressão com um sentido diferente, como “ela tinha” e “latinha”); erros de concordância e pronúncia incorreta de palavras.

Esteja atento para a sua linguagem não-verbal

A linguagem não-verbal, embora subestimada muitas vezes, tem um peso enorme em uma apresentação em público, já que, assim como o que falamos (o conteúdo), nossos gestos, postura, olhar e voz também dizem algo para as pessoas que nos estão escutando.

Sendo assim, procure desenvolver a sua linguagem não-verbal, garantindo que sua postura esteja ereta, que seus gestos estejam harmonizados e que suas expressões faciais estejam em sintonia com o que você está dizendo. Também é importante procurar manter contato visual com o público, criando uma relação de empatia entre as pessoas da plateia e você.

Interaja com o seu público: há pessoas ali!

O nervosismo e a ansiedade acabam tendo efeitos muito negativos no comunicador e um deles é colocar o foco apenas em si mesmo durante uma apresentação em público, esquecendo de que existem pessoas na plateia e que comunicação é, por definição, uma troca.

Parece contraditório dizer que “há pessoas na plateia”, não é? No entanto, muitíssimas vezes, o comunicador age como se desconhecesse esse fato e apenas deposita suas informações, sem sequer procurar entender os sinais que o público o envia.

Comunicação não é algo unilateral e, por isso, interagir com as pessoas da plateia é uma técnica importantíssima. São muitas as possibilidades para isso, como, por exemplo, abrir um espaço para discussão ou propor perguntas e respostas através de um quiz.

 

Se você está inserido no mercado de trabalho, saiba que é muito provável que, em algum momento, tenha que fazer uma apresentação em público, seja esse público grande ou pequeno.

Vale lembrar, ainda, que se comunicar bem – lidando com situações de exposição de fala, como as apresentações – é, atualmente, uma das habilidades mais requisitadas e valorizadas no mercado.

Considere um treinamento em oratória para aprender mais técnicas e se comunicar cada vez melhor!

 

Fontes:

https://www.thespeaker.com.br/oratoria-guia-completo/

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade