0

Desenvolva a oratória persuasiva e saia melhor em negociações

Como desenvolver a oratória persuasiva e me sair melhor em negociações?

14 ago 2019
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Olá, querido Speaker! Tudo bem?

Quantas vezes na sua vida você já teve que convencer alguém sobre algo, seja no seu trabalho ou na sua vida pessoal? Aposto que muitas, não é verdade?

Discussões a respeito de algum tema fazem parte da vida de todos nós. Para muitos, no entanto, a capacidade de persuadir está intimamente ligada à atividade que realizam, como, por exemplo, quem trabalha com vendas de produtos ou serviços.

Desenvolver a oratória persuasiva é, portanto, algo que precisa ser feito por todos, especialmente hoje, quando tal habilidade já é um requisito para profissionais das mais diversas áreas.

Por isso mesmo, neste artigo, separei algumas técnicas que considero eficazes para desenvolver e aprimorar a capacidade de persuasão. Siga a leitura e informe-se!

Foto: Shutterstock

O que é oratória persuasiva?

Persuasão é um termo originado no latim, cujo significado é “levar a crer”. Em outras palavras, persuadir alguém é, justamente, convencer esse alguém sobre determinado assunto, o que pode significar tanto a realização de uma ação específica (como a compra de um produto) quanto uma mudança de hábitos, por exemplo.

Longe de ser algo ruim, como alguns imaginam, persuadir é lograr que o outro entenda e compartilhe nossos argumentos, sempre pautados no respeito e na diversidade de opiniões. Em suma, persuadir é inspirar.

Para persuadir, é necessário, portanto, ser inspirador. E isso acontece quando conseguimos falar com clareza, de um jeito interessante e assertivo. É justamente aí que entram as técnicas de oratória persuasiva: para auxiliar a expressar melhor o que queremos, organizando nosso próprio raciocínio e utilizando todas as estratégias comunicacionais a nosso favor. Vejamos, a seguir, algumas técnicas para desenvolver a persuasão.

1. Aprenda a transmitir informações de forma clara

Na oratória persuasiva, é indispensável saber falar com clareza, afinal, para que a outras pessoas aceitem seus argumentos e ideias, é preciso, antes, que entendam o que está sendo dito e defendido por você. Você concordaria com algo que não compreende? Não. Com os outros, acontece o mesmo.

O primeiro passo para falar com clareza é organizar o pensamento. Aplicar técnicas como o mapa mental e criar um roteiro prévio ao momento em que terá que dialogar com alguém são hábitos para desenvolver a habilidade de persuasão.

2. Desenvolva a inteligência emocional

Um dos grandes desafios em situações que envolvem a necessidade de persuasão é, justamente, trabalhar a inteligência emocional, mantendo a calma e não se esquecendo de que ouvir o outro com atenção é uma forma de encontrar a melhor abordagem para dialogar e convencer.

Inteligência emocional está relacionada à capacidade de ouvir, de perceber e entender a dinâmica não-falada envolvida no processo e utilizar tudo isso para tomar as melhores decisões, argumentar e contra argumentar de um modo realmente eficaz.

3. Tenha embasamento: informe-se!

Não basta ter organização de pensamento, é preciso saber o que falar e ter dados ou opiniões de outros para embasar o que defendemos. Em situações de exposição de fala cujo objetivo é persuadir uma audiência, conhecer o assunto em questão (em profundidade) e se informar o máximo possível sobre ele são cuidados que podem mudar os resultados consideravelmente.

Apresentar fatos, dados, opiniões de especialistas e tudo o mais que puder sustentar um argumento é uma maneira de deixar poucas brechas para a discussão, refletindo, ao mesmo tempo, no alcance ou não das metas propostas.

4. Saiba usar a sua linguagem não-verbal

Usar a linguagem não-verbal de forma positiva também é uma das principais técnicas da oratória persuasiva. Simples hábitos, como não se manter de braços cruzados, elevar a postura e fazer contato visual, mudam a imagem pessoal que transmitimos, o que influencia na resistência que os demais apresentarão (ou não) aos nossos argumentos.

Lembre-se sempre que a comunicação não acontece apenas por palavras, mas também pelos gestos, voz, olhar e expressões faciais.

5. Tenha um discurso interessante e chamativo

Chamar e reter a atenção da audiência é essencial na persuasão. Por isso mesmo, inclua elementos surpresa na sua fala, interaja com os demais e aplique estratégias para que o seu discurso não caia na monotonia.

Incluir uma história na sua fala, apresentar um problema interessante, abordar opiniões fortes e trazer notícias recentes sobre o assunto são opções para diversificar e fortalecer o seu discurso, tornando-o mais interessante e persuasivo.

 

Fonte:

www.thespeaker.com.br

Veja também:

BC corta Selic para 3% ao ano
The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade