1 evento ao vivo

Como usar o teleprompter? Vá melhor em seus discursos!

Se você chegou até aqui, é porque quer saber sobre o uso do teleprompter: essa ferramenta que, ainda hoje, divide opiniões por aí.

28 out 2019
08h00
  • separator
  • 0
  • comentários

O teleprompter é, basicamente, um dispositivo que, através de um programa específico de computador, projeta o texto literal em placas de cristal, colocadas bem à frente da pessoa que terá que ler esse conteúdo.

O teleprompter é instalado em uma angulação ideal que permite ao orador ler o texto refletido, mas de uma forma que não atrapalhe o contato visual com as pessoas que estão na plateia.

Para alguns comunicadores, o teleprompter acaba prejudicando a naturalidade na hora de discursar. No entanto, se utilizado da forma correta, esse dispositivo pode ser uma grande ajuda – especialmente em falas muito longas ou com um conteúdo denso e/ou repleto de dados e índices numéricos.

Neste artigo, separei 7 dicas principais para utilizar o teleprompter em discursos ou gravação de vídeos. Confira!

Foto: Shutterstock

1. Se familiarize com o discurso/a fala ANTES de usar o teleprompter

Um erro MUITO comum de quem usa o teleprompter é pensar que, por contar com essa ferramenta, não existe mais a necessidade de conhecer o texto com antecedência e, mais que isso, de praticá-lo inúmeras vezes.

O teleprompter é apenas uma ferramenta de apoio e, por isso mesmo, não exime o comunicador de tomar os cuidados necessários, que incluem a prática da fala. Ao ler o texto com antecedência, você poderá se familiarizar com as palavras utilizadas, com a pontuação e todos os demais aspectos.

Se o discurso não foi escrito por você, esse passo é ainda mais essencial, ok?

2. Não deixe para última hora: pratique o uso do teleprompter com antecedência

Ler através do teleprompter é uma habilidade. Sendo assim, se você não está acostumado a utilizar esse dispositivo, procure se familiarizar com ele antes de encarar o público.

Usar o teleprompter não é difícil, mas demanda certos cuidados e saberes. Peça ajuda ao técnico e ensaie a sua fala outras vezes. Nesses ensaios (com o teleprompter), esteja atento para o funcionamento desse dispositivo, para a distância entre ele e você e tudo mais que julgar necessário.

3. Dê atenção para aspectos técnicos, como o tamanho da letra

Erros técnicos podem minar a sua fala. Se a letra for muito pequena, por exemplo, isso afetará negativamente a sua performance, prejudicando – e muito – o seu discurso.

Chegue com antecedência e certifique-se de que as letras têm um tamanho confortável para você. Além disso, garanta que os sinais de pontuação estejam visíveis!

A limpeza dos monitores e a luz de tela são aspectos técnicos aos quais você também deve se ater!

4. Procure manter um ritmo de fala confortável

O teleprompter seguirá o seu ritmo de fala. Se você se apressar, o texto passará a ser mostrado mais rapidamente. Sendo assim, tenha a preocupação de falar no seu ritmo de fala natural, sem atingir uma velocidade muito rápida.

Caso fale muito rápido, será difícil voltar à velocidade anterior, já que, como eu disse, o teleprompter obedece ao seu ritmo, ao ritmo do comunicador.

5. Pratique a sua linguagem não-verbal

Aspectos como a gesticulação e o contato visual sempre merecem a atenção do comunicador. No entanto, quando há o uso do teleprompter, tais cuidados estão em maior evidência.

Isso demanda uma prática prévia. Durante os seus ensaios, pratique como irá gesticular, como fará contato visual com o público e outros aspectos da linguagem não-verbal. Em situações de exposição de fala, a dinâmica não-falada tem um papel enorme!

6. Não se esqueça de levar o texto impresso em um papel

Levar o texto impresso em papel é importante por dois motivos principais: o primeiro deles é ter um material de apoio, caso aconteça algum problema técnico de última hora e que o impeça de usar o teleprompter.

O outro motivo é: durante a sua fala, mantenha o papel de apoio perto de você, mesmo que não vá usá-lo. De vez em quando, consulte esse papel para que o público tenha a sensação de que você está lendo (rapidamente) as suas anotações. Isso dará uma imagem de maior naturalidade!

7. Garanta que o seu texto seja condizente com a linguagem oral

O texto escrito não tem as mesmas particularidades que a linguagem oral. Por isso, um risco ao usar o teleprompter é deixar de adaptar esse conteúdo, de forma que ele acabe ficando muito distante da expressão oral.

Garanta que o seu conteúdo tenha um ritmo de fala e que não seja apenas um texto escrito que será lido por você. Lembre-se: o teleprompter é apenas uma ferramenta. O seu discurso deve ter as mesmas características de quaisquer outros discursos orais, ok?

 

Fonte:

https://www.thespeaker.com.br/tera-que-ler-um-pronunciamento-ou-discurso-em-publico-veja-5-cuidados-para-fazer-isso-de-forma-dinamica/

The Speaker
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade