PUBLICIDADE

Plano&Plano comemora recordes operacionais

Empresa, no 3.º lugar entre incorporadoras e construtoras, supera R$ 3 bilhões em lançamentos e projeta um 2024 ainda melhor

11 jun 2024 - 03h10
Compartilhar
Exibir comentários

ESPECIAL PARA O ESTADÃO - Em 3.º lugar no rankings das Incorporadoras e Construtoras, a Plano&Plano comemora seu desempenho operacional. Segundo a Embraesp, lançou 19 novos projetos residenciais, com 7,8 mil apartamentos e valor geral de vendas (VGV) de R$ 2,65 bilhões em 2023.

Esse resultado positivo teve o reforço de 3.640 apartamentos para o programa Pode Entrar, contratados pela Prefeitura de São Paulo por R$ 692 milhões em dezembro, elevando o VGV lançado para R$ 3,3 bilhões, 85% acima de 2022. É um recorde histórico, diz Rodrigo Luna, fundador e presidente do conselho administrativo da Plano&Plano.

Nas vendas, o resultado foi outro recorde: R$ 3,1 bilhões para o total de 14,5 mil apartamentos comercializados em 2023. Com ênfase no programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), a empresa mantém foco na baixa e média renda devido à boa demanda e rentabilidade.

"Os recordes são consequência do amadurecimento da companhia, que cresce de forma consistente, operando 80% dentro do MCMV", afirma Luna.

Desde meados do ano passado, o MCMV vem sofrendo mudanças nos subsídios federais e juros para financiamento, além do limite de preço, agora de R$ 350 mil, com impacto positivo na capacidade de compra dos clientes, permitindo mais famílias enquadradas no programa.

No primeiro trimestre, a Plano&Plano apresentou quatro novos empreendimentos, com VGV de R$ 465 milhões, uma redução de 12%. Luna explica que, com o mercado aquecido no final de 2023, antecipou lançamentos previstos inicialmente para este ano.

O preço médio dos apartamentos subiu para R$ 257 mil, uma alta de 11% em comparação com o primeiro trimestre de 2023. Com uma área total de 800 mil m², o banco de terreno tem um valor potencial de R$ 13 bilhões para novos projetos, cerca de 95% - em área e VGV - concentrados na cidade de São Paulo.

Luna cita a trajetória de 27 anos da Plano&Plano - listada na Bolsa desde 2019 - para destacar a nova fase da empresa, que já mudou sua marca e, em abril, inaugurou a sede no Butantã, zona oeste. Com área de 2,1 mil m², o projeto é assinado pelo escritório Athié Wohnrath, especializado em ambientes corporativos. Tem salas de reunião equipadas para formatos virtuais e híbridos, ambientes coletivos e informais, seguindo o conceito da biofilia, que promove a conexão das pessoas e o bem-estar com plantas naturais pelo escritório.

"Fizemos uma atualização da nossa marca, dando impulso para o crescimento dos próximos cinco anos", diz, prevendo que 2024 será melhor do que o ano que passou.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade