PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Minério de ferro cai com investidores reavaliando expectativa de estímulo na China após dados do PIB

16 abr 2024 - 08h51
Compartilhar
Exibir comentários

Os contratos futuros do minério de ferro caíram nesta terça-feira, com a referência na bolsa de Dalian recuando pela primeira sessão após sete em alta, à medida que os investidores reconsideraram as perspectivas de estímulo da China, principal mercado consumidor do minério, depois que o crescimento econômico do primeiro trimestre superou as previsões.

O contrato de setembro do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com queda de 1,49%, a 826 iuanes (114,10 dólares) a tonelada.

O minério de ferro de maio, referência na Bolsa de Cingapura, caiu 2,73%, para 109,15 dólares a tonelada, após três sessões consecutivas de ganhos.

O produto interno bruto (PIB) da China cresceu 5,3% em relação ao ano anterior em janeiro-março, confortavelmente acima das expectativas dos analistas de um aumento de 4,6% em uma pesquisa da Reuters e ligeiramente mais rápido do que o aumento de 5,2% do trimestre anterior.

O mercado esperava que a China divulgasse mais estímulos no segundo trimestre, após uma série de dados decepcionantes da segunda maior economia do mundo.

Mas essa esperança diminuiu depois que os dados do PIB foram melhores do que o esperado, apesar do setor imobiliário ainda estar em queda, disseram os analistas.

Os preços das casas novas na China caíram no ritmo mais rápido em mais de oito anos em março, uma vez que os problemas de endividamento das principais incorporadoras continuaram a prejudicar a demanda.

A cautela também aumentou, já que alguns traders estavam cautelosos com possíveis riscos de queda após um aumento contínuo e rápido nos preços do minério de ferro.

Na segunda-feira, os preços do principal ingrediente da fabricação de aço haviam subido cerca de 8% em relação à semana passada.

A expectativa é de que a demanda de minério seja apoiada pelas perspectivas de aumento na produção de aço bruto em abril. Em março, a produção de aço bruto da China caiu 7,8% em relação ao ano anterior, já que as siderúrgicas cortaram a produção devido à demanda mais fraca do que o esperado e ao aumento dos estoques, mas o declínio foi um pouco menor do que o previsto.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade