PUBLICIDADE

Minério de ferro amplia perdas por preocupações persistentes com demanda da China

21 fev 2024 - 08h16
Compartilhar
Exibir comentários

Os contratos futuros de minério de ferro caíram pela terceira sessão consecutiva nesta quarta-feira, atingindo o nível mais baixo em quase quatro meses, conforme persistem as preocupações com a demanda de curto prazo na China, principal mercado consumidor do minério.

O minério de ferro de maio mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian da China encerrou as negociações do dia com queda de 3,98%, a 893 iuanes (124,29 dólares) por tonelada, o menor fechamento desde 31 de outubro, após uma queda de mais de 5% no dia anterior.

O minério de ferro de referência de março na Bolsa de Cingapura recuava 1,8%, a 118,65 dólares por tonelada, também alcançando uma mínima desde 31 de outubro.

Entre os fatores de pressão sobre os preços do principal ingrediente da fabricação de aço, está o aumento da oferta em um momento em que a recuperação da demanda tem sido mais lenta do que o esperado após a semana de férias do Ano Novo Lunar, disseram os analistas.

"A oferta dos principais produtores, Brasil e Austrália, até o momento tem se mantido em um nível relativamente alto em comparação com os anos anteriores; o clima até o momento este ano nos principais centros de produção está melhor do que a média dos últimos cinco anos", disse Pei Hao, analista da corretora internacional FIS, com sede em Xangai.

"A fraca lucratividade de muitas usinas siderúrgicas limitou o aumento da demanda de minério no curto prazo."

Os estoques dos cinco principais produtos siderúrgicos acabados mantidos por comerciantes em 132 cidades em todo o país subiram para uma máxima de quase 11 meses na semana encerrada em 17 de fevereiro, saltando 15,6% em relação à semana anterior, segundo a última pesquisa da Mysteel.

Outros ingredientes siderúrgicos em Dalian subiram em meio a preocupações com a oferta, com o carvão metalúrgico e o coque registrando ganhos de 6,19% e 3,79%, respectivamente.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade