PUBLICIDADE

Gamificação: Promovendo mais acessibilidade e inclusão

Como podemos efetivamente promover a acessibilidade em nossas organizações?

24 nov 2023 - 06h25
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Freepik

A acessibilidade é um princípio fundamental que todas as empresas devem buscar. Garantir que todos, independentemente de suas capacidades, tenham igualdade de acesso aos produtos e serviços de uma empresa é uma obrigação moral e muitas vezes uma exigência legal. Mas como podemos efetivamente promover a acessibilidade em nossas organizações? Uma resposta inovadora a essa pergunta é a gamificação.

Gamificação e acessibilidade: uma parceria inovadora

A gamificação é uma estratégia que usa elementos de jogos, como competição, recompensas e desafios, para envolver e motivar as pessoas em contextos não relacionados a jogos. Embora tenha sido tradicionalmente usada para melhorar o envolvimento dos funcionários, aprimorar o aprendizado e aumentar a produtividade, ela também se revelou uma poderosa aliada na promoção da acessibilidade.

Despertando a empatia

Um dos maiores benefícios da gamificação é sua capacidade de despertar a empatia. Os jogos são altamente imersivos e permitem que os participantes assumam papéis e experimentem desafios diferentes, criando uma compreensão mais profunda e ajudando a construir uma cultura de inclusão.

Personalização da experiência

Plataformas digitais bem projetadas oferecem aos participantes a flexibilidade de adaptar a interface de acordo com suas necessidades e preferências, como: tamanho da fonte, ajustar esquemas de cores e tornar a experiência mais amigável para pessoas com diferentes necessidades. A capacidade de personalização garante que a gamificação seja inclusiva, tornando-a acessível a todos, independentemente de suas capacidades individuais.

Uso de avatares inclusivos

Os avatares também desempenham um papel importante neste processo. Os jogadores podem criar avatares que se assemelham a eles mesmos, incluindo características físicas e dispositivos de assistência, como cadeiras de rodas por exemplo. Dessa forma, a gamificação permite que cada jogador seja quem deseja, refletindo suas características pessoais, o que contribui para a construção de um ambiente inclusivo e acolhedor.

Promoção da acessibilidade com apps gamificados

Além disso, existem aplicativos gamificados que foram desenvolvidos especificamente para promover a acessibilidade. Um exemplo notável é o Guia de Rodas, que permite aos usuários cadastrar e localizar locais acessíveis ao redor do mundo. Isso não apenas ajuda as pessoas com deficiência a encontrar locais adequados, mas também valoriza as empresas que priorizam a acessibilidade.

Recursos de acessibilidade

Uma solução de qualidade vai além da personalização da interface e oferece uma ampla gama de recursos. Isso inclui suporte para leitores de tela, recursos de áudio, mudança de contraste e muito mais. Esses recursos garantem que a gamificação seja verdadeiramente acessível a todos, sem excluir ninguém.

Ao adotar a gamificação, a empresa não apenas cumpre suas obrigações éticas e legais de inclusão, mas também constrói uma cultura de diversidade e acessibilidade que beneficia a todos os envolvidos.

(*) Danilo Parise é CEO e co-fundador da Ludos Pro, plataforma de gestão de aprendizagem gamificada.

Homework Homework
Compartilhar
Publicidade
Publicidade