PUBLICIDADE

Eles começaram vendendo sucos e hoje faturam R$ 5 milhões

Gustavo e Suzana investiram as últimas economias em um quiosque falido e o transformaram em rede de alimentação saudável

4 set 2022 - 06h00
Compartilhar
Exibir comentários
Gustavo e Suzana Dinamarco
Gustavo e Suzana Dinamarco
Foto: Divulgação

Onde alguns apenas enxergam problemas, outros encontram oportunidades. Até 2009, o Sucos S/A era um quiosque falido de Araçatuba-SP. Só vendia sucos e tinha pouco movimento. Aí entram em cena o casal de sócios Gustavo e Suzana Dinamarco. E a história começou a mudar.

É preciso primeiro lembrar que, antes de fundar a Sucos S/A, Gustavo faliu um negócio próprio por duas vezes e teve de recorrer a um empréstimo familiar. Na retaguarda, Suzana vendia chocolates para ajudar nas contas. Quando adquiriram o primeiro quiosque da Sucos S/A, em um centro comercial de Araçatuba, a ideia era complementar a renda. 

“Era um plano B. Mas com o tempo, o negócio tomou proporções maiores do que imaginávamos”, diz Gustavo.

As mudanças que levaram ao regime de franquias

Diante do novo desafio, o casal padronizou o mix de produtos, lapidou a marca Sucos S/A e investiu na otimização do estoque. Em 2017, o casal já tinha oito lojas próprias pelo interior de São Paulo, incluindo pontos de rua, shoppings e até supermercados. Chegou então a hora de virar uma franquia.

“Foi a maneira que encontramos de crescer rápido, sem que precisássemos tirar grandes investimentos do nosso bolso”, explica Suzana. 

Em 2018, a primeira loja como franquia nasceu em Minas Gerais e, junto com ela, mais uma inovação: o “monte sua salada”, no qual o cliente poderia customizar os ingredientes do prato. A aposta deu tão certo que transformou totalmente a filosofia do negócio.

“Depois de nove anos apenas com bebidas e açaí, passamos a nos posicionar como um restaurante de alimentação saudável”, conta Gustavo. 

Crescimento mesmo durante a pandemia

Em 2021, em plena pandemia, a empresa aumentou 50% seu faturamento. Hoje, a Sucos S/A totaliza 11 lojas em operação por São Paulo e Minas Gerais. Alcançando R$ 5 milhões de faturamento em 2021, a franquia projeta inaugurar mais 10 unidades até o final do ano e expandir para regiões como Paraná e Rio de Janeiro.

“Com a pandemia, a preocupação das pessoas com alimentação saudável e bem-estar aumentou. Sentimos essa demanda, investimos no nosso negócio e oferecemos os produtos que nossos clientes buscam através de um preço justo e acessível”, conclui Gustavo.

Para adquirir uma franquia da Sucos S/A, o investimento é a partir de R$ 105 mil. O prazo de retorno estipulado é entre 22 e 30 meses, dependendo do modelo escolhido.

Redação Dinheiro em Dia
Compartilhar
Publicidade
Publicidade