PUBLICIDADE

Dólar tem alta firme com exterior antes de dados de inflação nos EUA

28 fev 2024 - 17h10
(atualizado às 17h28)
Compartilhar
Exibir comentários

Após duas sessões em queda, o dólar à vista fechou a quarta-feira com alta firme ante o real, acompanhando o avanço quase generalizado da moeda norte-americana no exterior, em sessão marcada pela fuga dos investidores de ativos de maior risco e pela expectativa com novos dados de inflação nos Estados Unidos, na quinta-feira.

O dólar à vista fechou o dia cotado a 4,9712 reais na venda, em alta de 0,77%. Em fevereiro, a moeda norte-americana acumula alta de 0,66%.

Na B3, às 17:22 (de Brasília), o contrato de dólar futuro de primeiro vencimento subia 0,73%, a 4,9685 reais.

Depois de ceder 1,20% nos últimos dois dias, o dólar à vista subiu ante o real com investidores recompondo posições compradas com o auxílio do exterior, onde a moeda norte-americana também avançava.

A expectativa dos investidores recaía sobre o índice PCE de janeiro -- o indicador preferencial de inflação do Federal Reserve --, que será anunciado na quinta-feira. Como vem ocorrendo nos últimos meses, investidores e analistas estarão atentos aos dados para determinar quando o Fed iniciará o processo de corte de juros.

Em uma sessão marcada pela aversão a risco, em que os investidores buscaram a segurança do dólar e dos títulos norte-americanos, os principais índices de ações em Nova York recuaram nesta quarta-feira, assim como as moedas de países exportadores de commodities e emergentes.

No Brasil, o dólar à vista oscilou em alta durante toda a sessão. Às 9h02, logo após a abertura, marcou a cotação mínima de 4,9342 reais (+0,02%). À tarde, às 16h02, atingiu a máxima de 4,9774 reais (+0,89%).

Profissionais lembraram que nesta quinta-feira ocorrerá a definição da Ptax de fim de mês, o que tende elevar a volatilidade no câmbio durante o período da manhã -- quando também serão divulgados os dados do PCE nos Estados Unidos.

No fim da tarde desta quarta-feira, o dólar seguia em alta firme no exterior.

Às 17:22 (de Brasília), o índice do dólar --que mede o desempenho da moeda norte-americana frente a uma cesta de seis divisas-- subia 0,11%, a 103,950.

Pela manhã, o BC vendeu todos os 16.000 contratos de swap cambial tradicional ofertados para rolagem dos vencimentos de abril.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade