0

Com Copa, gastos de estrangeiros batem recorde em junho

Evento, que começou em 12 de junho e se estendeu até 13 de julho, atraiu cerca de um milhão de turistas estrangeiros, segundo o governo

25 jul 2014
13h59
atualizado às 15h39
  • separator
  • 0
  • comentários

Os gastos realizados pelos turistas estrangeiros no Brasil em junho, quando começou a Copa do Mundo, cresceram 75,93% frente ao mesmo mês do ano passado e chegaram a um recorde histórico de quase US$ 800 milhões, informou nesta sexta-feira o Ministério do Turismo.

Brasileiro troca reais por dólares em corretora de câmbio no centro do Rio de Janeiro. Em um dia de poucas notícias e influenciado por uma saída pontual de recursos do país, o dólar fechou com leve alta ante o real, com ação do Banco Central e com os investidores ainda preocupados com o cenário fiscal brasileiro. 04/08/2003
Brasileiro troca reais por dólares em corretora de câmbio no centro do Rio de Janeiro. Em um dia de poucas notícias e influenciado por uma saída pontual de recursos do país, o dólar fechou com leve alta ante o real, com ação do Banco Central e com os investidores ainda preocupados com o cenário fiscal brasileiro. 04/08/2003
Foto: Bruno Domingos / Reuters

O ingresso de US$ 797 milhões em junho, revelado pelo Banco Central, bateu a marca histórica desde que em 1947 começaram a ser marcados os registros.

A Copa, que começou em 12 de junho e se estendeu até 13 de julho, atraiu cerca de um milhão de turistas estrangeiros, segundo o governo.

"Estes dados mostram a importância do turismo para a economia brasileira. Mais de um milhão de visitantes estiveram no Brasil durante a Copa, o que contribuiu para gerar empregos e aumentar a exposição internacional do País", declarou o presidente da Embratur, Vicente Neto.

Segundo o Banco Central, de janeiro a junho a entrada de divisas estrangeiras por parte de turistas acumula US$ 3,449 bilhões, um aumento de 4,82% com relação ao mesmo período do ano passado.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade