PUBLICIDADE

Ações europeias caem pressionadas por setor de saúde e com dados da inflação alemã em foco

2 abr 2024 - 14h24
Compartilhar
Exibir comentários

As ações europeias tiveram um início de segundo trimestre negativo, pressionadas pelos papéis do setor de saúde, enquanto investidores analisavam os dados de inflação da Alemanha em busca de pistas sobre o momento dos cortes de juros pelo Banco Central Europeu (BCE).

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,80%, a 508,57 pontos, nesta terça-feira, caindo para o nível mais baixo em uma semana depois de ter atingido um pico intradiário recorde, com os investidores retornando após um fim de semana prolongado e o feriado da Páscoa.

A especulação sobre cortes iminentes nas taxas de juros convenceu investidores a comprar ativos de risco nas últimas semanas, mesmo com o índice de referência sendo negociado perto de recordes de alta, depois de registrar seu segundo trimestre consecutivo de ganhos.

No entanto, as ações recuaram nesta terça-feira, também pressionadas pela alta dos rendimentos dos títulos da zona do euro.

Dados preliminares mostraram que a inflação alemã diminuiu um pouco mais do que o esperado em março, ajudada pelos preços mais baixos da energia. Isso ocorreu um dia antes dos dados mais amplos sobre a inflação da zona do euro.

Entre os principais setores, o de saúde perdeu 1,6% após ganhos recentes. A Siegfried Holding caiu 5,4%, já que o presidente-executivo da empresa farmacêutica suíça, Wolfgang Wienand, deixará o cargo para se juntar à Lonza.

Os setores de varejo, imobiliário e viagens e lazer também caíram mais de 2% cada.

Por outro lado, as ações do setor de energia ganharam 2,5%, atingindo o maior nível em mais de cinco meses, conforme os preços do petróleo subiram devido a novas ameaças de ataques ucranianos a instalações de energia russas e à escalada do conflito no Oriente Médio.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,22%, a 7.935,09 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,13%, a 18.283,13 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,92%, a 8.130,05 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,22%, a 34.325,23 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,89%, a 10.975,60 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,43%, a 6.307,21 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade