PUBLICIDADE

Ações da China caem com dados fracos de inflação

10 jul 2024 - 07h32
Compartilhar
Exibir comentários

As ações da China fecharam em queda nesta quarta-feira depois que dados mostraram que os preços ao consumidor do país aumentaram pelo quinto mês em junho, mas ficaram abaixo das expectativas, enquanto a deflação dos preços ao produtor persistiu.

"O risco de deflação não desapareceu na China. A demanda interna continua fraca", disse Zhiwei Zhang, economista-chefe da Pinpoint Asset Management.

A economia da China provavelmente cresceu 5,1% no segundo trimestre em relação ao ano anterior, de acordo com uma pesquisa da Reuters, desacelerando ante um forte resultado nos primeiros três meses, devido à demanda lenta do consumidor e mantendo as expectativas de que Pequim precisará liberar mais estímulos.

No fechamento, o índice de Xangai caiu 0,68%, enquanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 0,32%. O índice Hang Seng, de Hong Kong, perdeu 0,29%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,61%, a 41.831 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,29%, a 17.471 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,68%, a 2.939 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,32%, a 3.428 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,02%, a 2.867 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,45%, a 24.007 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,99%, a 3.459 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,16%, a 7.816 pontos.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade