PUBLICIDADE

Gigantesca, Elizabeth Savalla surpreende a cada cena

Atriz se torna protagonista de honra de O Sétimo Guardião e dá voz a críticas do autor contra os intolerantes

25 abr 2019 16h23
ver comentários
Publicidade

O capítulo de terça-feira (dia 23) de O Sétimo Guardião teve uma das melhores sequências vistas até aqui.

Mirtes, a guardiã da moral hipócrita em O Sétimo Guardião: interpretação irretocável de uma atriz intensa
Mirtes, a guardiã da moral hipócrita em O Sétimo Guardião: interpretação irretocável de uma atriz intensa
Foto: João Cotta/TV Globo / Divulgação

Sentadas lado a lado diante do altar da igreja, Mirtes e Stela travaram diálogo lancinante e revelador.

Sogra e nora se odeiam. Na longa cena, elas tiveram um acerto de contas moral. As atrizes Elizabeth Savalla e Vanessa Giácomo presentearam o telespectador com performances impactantes – sendo que a veterana superou a si mesma em grandiosidade.

Mirtes é uma vilã clássica e, ao mesmo tempo, contemporânea. Reúne o pior do momento na sociedade brasileira: intolerâncias, preconceitos, radicalismos, falta de empatia.

Savalla dribla qualquer pudor ao exalar a toxicidade da personagem. É a própria encarnação do mal, fragilmente disfarçada atrás do falso escudo de representante de Deus na Terra.

A atriz, de 64 anos, defende sua personagem com vigor impressionante. Ela tempera a vilania de Mirtes com doses homeopáticas de humor tétrico e aquele cinismo irresistível que faz boa parte do público se divertir com a víbora.

Defensora de uma moral torta, a carola representa a onda de intransigência que inundou o Brasil nos últimos tempos.

Gay e politicamente incorreto, o autor Aguinaldo Silva a usa para criticar o conservadorismo atávico e o prejulgamento indiscriminado aplicado na vida real e nas redes sociais.

“Quer apontar o dedo pra todo mundo só pra esconder os seus defeitos, que são muitos e terríveis”, disse Stela para a sogra opressora, numa provável alusão a todos que adoram condenar os outros enquanto pecam prazerosamente.

“Você se considera porta-voz de Deus, né? Será que Ele não tá vendo que você é indigna disso?”

Surtada e inflexível, Mirtes jamais admite seus erros. “Você está parecendo o demônio no deserto tentando atentar o Cristo. Mas eu não vou desistir”, retrucou a doidivana, exageradamente vitimizada.

Em outra cena, Mirtes ecoou a revolta de Aguinaldo Silva contra o que ele classifica de preconceito contra os idosos.

O novelista, de 75 anos, afirma sofrer com a discriminação etária praticada inclusive por seguidores de suas redes sociais.

“Muita gente, quando está na terceira idade, sofre bullying, é abandonada, sofre com o descaso da própria família”, denunciou Mirtes ao jornalista da atribulada Serro Azul, cidade fictícia de O Sétimo Guardião.

Com o devido mérito, Elizabeth Savalla virou protagonista de honra do folhetim.

Suas cenas são sempre relevantes a quem gosta de boa dramaturgia e atuação vibrante, além de apreciar uma crítica social criativa.

Veja também:

Sandy & Junior: teste seus conhecimentos sobre a dupla:

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade