1 evento ao vivo

RedeTV! dá mais espaço a Reinaldo Azevedo

Superintendente do canal critica divulgação de conversa do jornalista com irmã de Aécio Neves

25 mai 2017
16h34
atualizado às 16h35
  • separator
  • 0
  • comentários

Na noite de quarta-feira (24), todos os telejornais repercutiram os efeitos da divulgação da conversa do então blogueiro de ‘Veja’ Reinaldo Azevedo com Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves, delatado por Joesley Batista, dono da JBS.

Franz Vacek afirma que exposição de Reinaldo Azevedo foi um desrespeito à liberdade de imprensa.
Franz Vacek afirma que exposição de Reinaldo Azevedo foi um desrespeito à liberdade de imprensa.
Foto: Divulgação/RedeTV! / Sala de TV

Até o ‘Jornal Nacional’ destacou a ilegalidade da quebra do sigilo da fonte. A superexposição na imprensa de um diálogo privado fez o jornalista se desligar do site da revista e também da rádio Jovem Pan.

Em conversa com o blog, o superintendente de Jornalismo e Esporte da RedeTV!, Franz Vacek, reitera a confiança em Azevedo, que participa dos jornalísticos da casa e acaba de ganhar mais espaço no portal da emissora.

O que achou da divulgação da conversa de Reinaldo Azevedo com Andrea Neves?

Um desrespeito à liberdade de imprensa. O sigilo de fonte do jornalista é garantido pela Constituição. É uma ameaça à própria democracia. Reinaldo estava exercendo a função de jornalista. Não há nada de irregular na conversa, provavelmente vazada seletivamente para atingi-lo. Ontem foi ele e amanhã poderá ser qualquer um de nós.  

Após se demitir do site de ‘Veja’, Reinaldo já estreou como colunista e âncora de um programa no portal da RedeTV!. Este episódio polêmico serviu para reforçar os laços entre o jornalista e a emissora?

Sem dúvida. Reinaldo Azevedo é um importante expoente do jornalismo brasileiro e cada vez ganha mais espaço nas diferentes plataformas da RedeTV!

O telejornalismo brasileiro cumpre seu papel na cobertura da crise política?

Vejo com preocupação. Algumas empresas de comunicação estão fazendo jornalismo que não é baseado apenas nos fatos. Não acho que a situação é generalizada, mas isenção junto com as bases éticas do bom jornalismo nunca devem ser deixadas de lado.

Em relação ao telejornalismo da RedeTV, qual sua avaliação?

Crescemos muito em pouco tempo e hoje somos reconhecidamente um ‘player’ de destaque no jornalismo brasileiro. Ainda há muito a ser feito, mas, por exemplo, nós integramos o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos, com o Panama Papers, e somos também vencedores do Pulitzer por nossa participação naquela cobertura. Apesar das conquistas e de nomes importantes em nosso jornalismo como Boris Casoy, Reinaldo Azevedo e Mariana Godoy, há ainda muitas conquistas e desafios pela frente. Nós temos muito mais tinta na caneta do que muita gente imagina e isso passa a incomodar. Prometi, quando assumi a função, um jornalismo menos bonzinho e estou cumprindo. Nesta cobertura da crise, seguimos os valores do jornalismo, de ouvir sempre os dois lados, ter isen&cced il;ão e ética. Sou o guardião editorial.

Boris Casoy acaba de receber o prêmio de Personalidade da Comunicação do Ano. Como analisa estes sete meses do âncora no RedeTV News?

É um privilégio tê-lo conosco. O prêmio é uma justa homenagem a um mestre do jornalismo nacional. Um ícone de credibilidade. Boris Casoy, na bancada do RedeTV News, significa um divisor de águas na trajetória do jornal e na minha gestão. Tenho muito orgulho de trabalhar com ele. Sem falsa modéstia, considero que o jornalismo da emissora atualmente impulsiona o mercado de televisão em tempos de crise.

Veja também

Jornalista de matérias de narcotráfico é morto no México

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade