0

Emmy 2019: "Aceitem que a televisão vive seu melhor momento"

Maior premiação de TV dos EUA ressalta a qualidade de séries ficcionais e a importância do telejornalismo sob ameaça das fake news

23 set 2019
10h21
atualizado em 24/9/2019 às 11h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Na abertura da 71ª edição do Emmy, transmitida na noite de domingo (22), o astro de "Breaking Bad" Bryan Cranston apresentou um monólogo em homenagem à televisão.

O ator lembrou a importância do veículo em um momento crucial da história da humanidade: a chegada do homem à Lua, há exatos 50 anos. Foi pela TV que o planeta assistiu àquela façanha onírica.

Hoje, é nas modernas telas que a maioria das pessoas busca entretenimento e informação. A velha televisão vive a sua era de ouro, com imensurável poder de influência na vida dos telespectadores.

“A televisão nunca foi tão grande. A televisão nunca importou tanto. E a televisão nunca foi tão boa”, disse Cranston, aplaudidíssimo pela plateia de atores, apresentadores, diretores, roteiristas, produtores e âncoras.

Bryan Cranston destacou o valor da TV na missão de retratar a evolução da humanidade
Bryan Cranston destacou o valor da TV na missão de retratar a evolução da humanidade
Foto: Reprodução

Antes, o cinema reinava quase absoluto. Poucos astros aceitavam papéis na TV – era rotulada como popularesca e oferecia baixa qualidade artística.

No momento, as estrelas se estapeiam pelos melhores personagens nas séries. Nelas nasce a maior parte dos novos ídolos cooptados pelo cinema.

Até a maior atriz de Hollywood se rendeu à magia renovada da televisão: aos 70 anos, Meryl Streep oxigenou a carreira ao atuar na série-sensação Big Little Lies.

O momento especial do veículo acontece também no Brasil. A teledramaturgia nacional ganhou mais qualidade artística com o aumento da produção de boas séries na TV aberta, nos canais pagos e na Netflix.

E o telejornalismo, como foi lembrado no Emmy, mantém sua relevância no registro da verdade dos fatos, em oposição às fake news e narrativas alternativas.

Na ficção e nos arquivos da realidade, a televisão se tornou o grande registro de quem fomos, daquilo que nos tornamos e do que queremos nos transformar.

Veja mais:

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade