0

Atrizes de TV se veem obrigadas a virar digital influencers

Os artistas de novela passaram a ser ofuscados em fama e a ganhar menos do que as celebridades nascidas na internet

7 dez 2019
12h46
atualizado em 11/12/2019 às 14h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em 'A Dona do Pedaço', a personagem mais popular – que roubou a cena da protagonista e estrelou vários comerciais dentro da trama – foi a influenciadora digital Vivi Guedes, papel de Paolla Oliveira. A ficção imitou a vida real.

As celebridades de plataformas como o Instagram, nascidas sem a ajuda da TV, passaram a escantear os atores de novela com carreira consolidada.

Juliana Paes, Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa: o papel de influencer garante a independência financeira que a TV não dá
Juliana Paes, Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa: o papel de influencer garante a independência financeira que a TV não dá
Foto: Reproduções/Instagram

Elas mobilizam número impressionante de pessoas. Geram visibilidade e lucro às marcas que contratam seus posts. Têm poder de indução capaz de transformar um produto em sucesso instantâneo de vendas.

Esse novo perfil de famoso, que não depende de emissora ou personagem, obrigou atrizes e atores a descer do pedestal a fim de manter sua relevância.

Aparecer numa novela ou série já não garante automaticamente, como antes, bons contratos de publicidade e ganhos extras. É imprescindível que o artista tenha um perfil em rede social com milhões de seguidores e seja capaz de produzir engajamento gigantesco.

Pesquisa da Conectaí, braço online do Ibope Inteligência, aponta que 52% dos internautas brasileiros acompanham pelo menos um influenciador digital. Destes seguidores, 59% são mulheres e 49%, homens.

Do total, 75% está na faixa de 16 a 24 anos e 56% são da classe A. Esses dados explicam por que tantas marcas investem em influenciadores: eles conseguem atingir um público consumidor que quase não consome televisão, no enquanto, está o tempo todo conectado à internet.

Outra informação do levantamento da Conectaí comprova que os tais influencers realmente exercem poder sobre seus seguidores. Cerca de 50% dos internautas brasileiros afirmam comprar produtos e serviços indicados por essas celebridades do mundo digital.

Alguns famosos das novelas – principalmente do sexo feminino – que embarcaram nessa onda se deram bem. Conseguiram independência financeira em relação à TV.

Exemplo disso é Bruna Marquezine. Aos 24 anos, ela ganha 150 mil reais por cada post em seu perfil no Instagram, onde possui 37 milhões de seguidores.

Queridinha de grifes nacionais e estrangeiras, e também de joalherias e indústrias de cosméticos, a atriz fatura tanto online que se deu ao luxo de não querer mais contrato fixo e de longa duração com a Globo. Só vai atuar nos projetos que considerar interessantes para a carreira.

Assim como Marquezine, outras ‘crias’ da TV, como Marina Ruy Barbosa, Juliana Paes, Sabrina Sato e Giovanna Antonelli também se transformaram em digital influencers.

Afinal, fama por fama já não vale muita coisa. Precisa estar associada à capacidade de atrair e sugestionar o máximo de pessoas.

Veja também

Konai e o rap melancólico que dá voz a novas gerações



 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade