1 evento ao vivo

Apresentadora milionária grita e chora por baixa audiência

Artista portuguesa com salário de R$ 1,4 milhão provoca clima de terror nos bastidores de seu programa

2 dez 2020
14h46
atualizado às 14h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em setembro, Cristina Ferreira abandonou o canal SIC, parceiro da Globo em Portugal, e voltou para a TVI, emissora onde construiu sua carreira, para comandar uma atração de amanhã e outra à tarde. A troca abrupta resultou em confusão e estresse.

Retorno triunfal de Cristina Ferreira ao seu antigo canal corre o risco de se revelar um grande fiasco
Retorno triunfal de Cristina Ferreira ao seu antigo canal corre o risco de se revelar um grande fiasco
Foto: Reprodução

Os antigos empregadores exigem receber multa equivalente a R$ 135 milhões pelo rompimento do contrato. Na nova casa, a apresentadora enfrenta pressão por conta da baixa audiência e das críticas sobre seu desempenho diante das câmeras.

A imprensa portuguesa noticiou o descontrole emocional da estrela de 43 anos. Em algumas reuniões com a equipe, ela ficou à beira de um ataque de nervos. Berrou, xingou, pressionou. A intimidação gerou um tiro pela culatra: um de seus programas acaba de ser cancelado.

Recentemente, ao comentar uma matéria, ela foi às lágrimas e disse que sua atração não era feita para dar audiência, e sim para contar boas histórias. Mas, como se sabe, atrair público em número relevante é fundamental para assegurar grandes anunciantes que mantenham o programa no ar.

Agora também diretora de Entretenimento da TVI, ela afastou outros apresentadores e diminuiu o salário de alguns artistas rivais. Por enquanto, as mudanças na programação não tiveram bom resultado. Na mídia e nas redes sociais, sua imagem pública começa a derreter.

A imprensa acompanha a tensão provocada pela artista nos bastidores da TVI
A imprensa acompanha a tensão provocada pela artista nos bastidores da TVI
Foto: Reprodução

Ironicamente, Cristina Ferreira lançou há pouco tempo um livro com título provocativo, ‘Pra Cima de Puta’, no qual relata as agressões virtuais sofridas da parte de ‘haters’. “Querem destruir a minha moral, destruir quem sou”, disse.

Dias atrás, iniciou uma petição online contra o cyberbullying, a fim de pressionar os legisladores de Portugal a aprovarem uma lei contra essa prática odiosa. Nos bastidores da TVI, comenta-se que a contradição entre o que prega o que faz pode ser perigosa para a carreira da apresentadora.

Veja também: 

Após esnobada, The Weeknd acusa Grammy de corrupção
Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade