PUBLICIDADE

Junior fala sobre carreira: 'Tomei umas porradas fortes como cantor'

Aos 40 anos, músico lança álbum duplo com respostas às críticas recebidas depois do fim da dupla Sandy & Junior

7 jun 2024 - 16h28
Compartilhar
Exibir comentários

O cantor Junior Lima pensou em desistir da carreira. Pela primeira vez, aos 40 anos, está produzindo "única e exclusivamente" músicas que gosta.

A declaração foi dada à revista Veja nesta sexta, 7.

"Tomei umas porradas fortes como cantor e comprei essa narrativa. Não queria nunca mais cantar. Havia outras formas de me expressar", afirma para a publicação.

Em novembro, o músico lançou a primeira parte do álbum duplo chamado Solo, com 23 faixas. O trabalho inclui parcerias com o pai, Xororó, e Sandy.

Crise pós-fim

A dupla com a irmã acabou em 2007. Em 2019, os dois voltaram para uma turnê que rodou o Brasil com mais de 100 mil ingressos vendidos só no Rio de Janeiro.

Apesar disso, anos antes, Junior lidou com a morte de Champignon, em 2013, e Peu Araújo, em 2014, amigos e colegas na banda Nove Mil Anjos. No final do ano passado, Junior revelou ter sofrido crises de pânico e depressão após o fim de dupla com Sandy.

Além do baque emocional, ele afirma na entrevista à Veja ter continuando a enfrentar críticas por viver à sombra do legado da carreira no Sandy e Junior.

A resposta aos detratores, afirma a publicação, são faixas como F*da-se, composta por Dani Black. No dia 21 de setembro, Junior vai apresentar o novo trabalho no palco do Rock In Rio.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade