PUBLICIDADE

‘JN’ tem pior audiência da história em ano cheio de notícias

Telejornal viu migrar significativa parcela de público enquanto fez cobertura exemplar da pandemia

31 dez 2021 11h03
ver comentários
Publicidade
Renata Vasconcellos e William Bonner: o ‘JN’ ainda faz a diferença
Renata Vasconcellos e William Bonner: o ‘JN’ ainda faz a diferença
Foto: Foto: Reprodução/Facebook

A manchete não é boa para o ‘Jornal Nacional’: 2021 foi o ano com média mais baixa no Ibope desde sua criação, em 1969. No Painel Nacional de Televisão (PTN), teve 24 pontos, 3 a menos do que no ano passado.

Na comparação com uma década atrás, o ‘JN’ perdeu 25% de audiência, 1 a cada 4 telespectadores buscou outra atração na tradicional faixa das 20h30.

No sábado, 25 de dezembro, na última vez em que esteve na bancada antes da folga de fim de ano, o âncora e editor-chefe William Bonner fez uma rápida live no Instagram antes de o ‘JN’ começar para agradecer pela audiência no ano.

Sim, há razão para ser grato. Apesar do revés no Ibope, o ‘Jornal Nacional’ ainda tem liderança folgada. Marca 2 vezes e meia mais pontos do que o principal concorrente, o ‘Jornal da Record’.

Pelo segundo ano, o telejornal ofereceu ao telespectador uma cobertura notável da pandemia de covid-19. Não se restringiu aos dados frios das estatísticas de casos, mortes e vacinados.

Exibiu a humanidade sob o caos na saúde pública e fez a necessária cobrança às autoridades, como no editorial contundente lido por Bonner e a âncora e editora-executiva Renata Vasconcellos na edição que destacou a marca dos 500 mil mortos pelo coronavírus, em junho.

A queda de audiência do ‘Jornal Nacional’ é preocupante à Globo, porém, não deve ser rotulada como fracasso. Há dezenas de atrações em outros canais (abertos e pagos), nas plataformas de streaming e no YouTube. Inevitavelmente, a televisão vai cada vez mais dividir o bolo da audiência.

Entre altos e baixos, acertos e erros, o ‘JN’ se mantém relevante e necessário na era das fake news e do jornalismo explicitamente ideológico. Melhor contar com telejornais imperfeitos do que assistir à perda da liberdade de imprensa e o controle da notícia pelo Estado.

 

Sala de TV Blog Sala de TV - Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. Qualquer dúvida ou reclamação, favor contatá-lo diretamente no e-mail beniciojeff@gmail.com.
Publicidade
Publicidade