1 evento ao vivo

Processo de Depp contra Amber Heard é adiado em um ano

Julgamento estava previsto para começar em 7 de maio, mas será realizado em 11 de abril de 2022

24 fev 2021
18h38
atualizado em 25/2/2021 às 09h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O aguardado reencontro entre Johnny Depp e Amber Heard nos tribunais foi adiado em um ano.

Processo de Depp contra Amber Heard é adiado em um ano
Processo de Depp contra Amber Heard é adiado em um ano
Foto: Divulgação/FilmDistrict / Pipoca Moderna

O julgamento em que Depp processa a ex-esposa em US$ 50 milhões por difamação, após Heard sugerir ser vítima de violência doméstica, estava marcado para começar em 7 de maio, mas agora só acontecerá em 11 de abril de 2022, com previsão de duração de cerca de duas semanas.

Este não foi o primeiro adiamento do caso, que originalmente deveria ter sido julgado em setembro passado. O motivo alegado para o novo atraso foi o mesmo apresentado antes: a pandemia de coronavírus. O estado de Virgínia, onde o processo foi registrado, está priorizando julgamentos criminais durante a pandemia e, assim, a data reservada para a ação civil de Depp foi retomada pela Justiça estadual para a realização de um julgamento de assassinato, em que o suspeito já se encontra preso.

O processo foi iniciado em março de 2019, depois que Heard escreveu um artigo no jornal Washington Post sobre ser vítima de violência doméstica. Publicado em dezembro de 2018, o texto não nomeia o ator, mas Depp alegou que foi prejudicado por ele, pois teria lhe custado um trabalho bem remunerado no planejado reboot de "Piratas do Caribe" na Disney.

A papelada também afirma que, na verdade, Depp é quem foi a verdadeira vítima no casamento de curta duração do casal, escandalosamente encerrado em 2016, com a aparição de Amber Heard com hematomas no rosto. "Sra. Heard não é vítima de violência doméstica, ela é perpetradora ", diz o processo do ator.

Em resposta, Amber Heard abriu seu próprio processo de difamação contra Depp, buscando o dobro da indenização, numa causa de US$ 100 milhões, que deve ser julgada na sequência.

Durante a preparação do caso, advogados de Depp e Heard já convocaram várias testemunhas e instituições para darem depoimentos e/ou apresentarem provas no processo. Entre os arrolados estão o bilionário Elon Musk (dono da Tesla), a Disney e a polícia de Los Angeles.

Além dessa ação, Depp tenta conseguir uma novo julgamento no Reino Unido após ser derrotado em seu processo contra o jornal The Sun, que o descreveu como "espancador de esposa". O Tribunal de Apelação do Reino Unido vai ouvir o ator entre 15 e 31 de março para decidir se lhe dará uma segunda chance para provar ser vítima de campanha difamatória.

Veja também:

Carol Francischini treina na varanda de sua casa
Pipoca Moderna Pipoca Moderna
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade