PUBLICIDADE

Artista de '13 Reasons Why' se reapresenta como mulher trans

Em entrevista, Tommy Dorfman explicou ter feito a transição ao longo do último ano e afirmou que não pretende alterar seu nome

22 jul 2021 16h25
| atualizado às 16h50
ver comentários
Publicidade
Tommy Dorfman anunciou em suas redes sociais que passou a se identificar como uma mulher trans
Tommy Dorfman anunciou em suas redes sociais que passou a se identificar como uma mulher trans
Foto: Instagram / Reprodução

Tommy Dorfman, que interpretou Ryan Shaver na série 13 Reasons Why e outros papéis masculinos em Jane the Virgin, American Princess e na recente minissérie Love in the Time of Corona, anunciou em suas redes sociais que passou a se identificar como uma mulher trans.

"Emocionada por me reintroduzir como a mulher que sou hoje. Meus pronomes são ela/dela", escreveu no Instagram, ao lado de fotos que refletem a mudança.

"Sou especialmente grato a cada pessoa trans que trilhou esse caminho, quebrou barreiras e arriscou suas vidas para viver de forma autêntica e radical como si mesma antes de mim. Obrigada a todas as mulheres trans que me mostraram quem eu sou, como viver, me comemorar e ocupar espaço neste mundo", continuou.

Os fãs já vinham especulando sobre a transição devido à postagens anteriores no Instagram, mas Dorfman só assumiu a mudança ao dar uma entrevista à revista Time, publicada nesta quinta, 22, pouco antes de abordar o assunto com seus seguidores.

Na entrevista, ela explicou ter feito a transição ao longo do último ano e afirmou que, apesar da mudança de gênero, não pretende alterar seu nome.

Foto: Instagram/Tommy Dorfman / Pipoca Moderna

"Eu tenho o nome do irmão da minha mãe, que morreu um mês depois de eu nascer, e me sinto muito conectada com esse nome, um tio que me segurou no colo enquanto estava morrendo. Isso é uma evolução de Tommy. Estou me tornando ainda mais Tommy", explicou.

A artista contou ainda que a ansiedade e demora para vir a público estava lhe prejudicando. "Eu estava vivendo essa versão de 'sair do armário' em que eu não me sentia segura o suficiente para falar a respeito, então eu só fiz [a transição]. Mas eu reconheço que fazer a transição é lindo. Por que não deixar o mundo ver como é?"

"Eu aprendi, como pessoa pública, que quando eu me recuso a esclarecer isso, eu posso perder a liberdade de controlar minha própria narrativa. Desde a transição médica, vejo conversas sobre o meu corpo, e isso começou a me incomodar", continuou.

"Eu estou alinhando meu corpo e minha alma. Tudo o que eu posso fazer agora é procurar um futuro em que eu espero que seja radicalmente honesta. É essa a pessoa que eu estou me tornando", concluiu.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade