PUBLICIDADE

7 animações adultas para ver na Netflix

Desenhos animados não são somente para crianças, e essas produções disponíveis na Netflix mostram como abordar temas mais adultos com animação

2 dez 2023 - 22h31
(atualizado em 4/12/2023 às 11h25)
Compartilhar
Exibir comentários

A Netflix conta com um acervo imenso de produções de todo o mundo, então não é absurdo pensar que o streaming também conta com uma boa seleção de animações voltadas ao público adulto. Seja por conta de seus temas mais sérios ou simplesmente por serem mais violentos e com humor diferenciado, é possível encontrar bons desenhos indicados apenas para maiores.

Foto: Reprodução/Netflix / Canaltech

Apesar de ser muito comum encontrar animações japonesas que tenham um teor um pouco mais violento ou que pesam mais no teor sexual, desenhos de todo o mundo conseguem explorar diferentes temas que crianças ainda não conseguem compreender em sua totalidade.

Confira 7 das melhores animações para adultos na Netflix.

7. Big Mouth

Big Mouth é uma animação que tenta mostrar o amadurecimento de adolescentes para a fase adulta, explorando sua puberdade e a fase de descoberta de seu corpo e sexo. Com quatro temporadas, a série abraça um humor mais nonsense, com piadas e situações absurdas para falar sobre diferentes tópicos.

Criada por pelo comediante Nick Kroll, a série chama atenção por conta de seu elenco de vozes originais, que traz nomes como Jordan Peele (Corra!), Maya Rudolph (Saturday Night Live), Kat Dennings (Two Broke Girls), Chelsea Peretti (Brooklyn 99), Natasha Lyonne (Boneca Russa) e Jean Smart (Hacks).

6. Exorcista de Aluguel

Exorcista de Aluguel é uma animação polonesa sobre um exorcista incompetente chamado Bogden Boner que é contratado para livrar uma cidade de demônios. Parece algo simples, mas Bodgen e sua equipe, que conta com um demônio expulso do inferno, não sabe fazer direito o seu trabalho e vivem se metendo em situações que só pioram as coisas.

Exorcista de Aluguel tem um humor que tenta emular séries como South Park, tendo uma animação que, em alguns momentos, até lembra a produção americana, seja por ser rudimentar, ou por conta de suas piadinhas escatológicas.

5. Junji Ito: Histórias Macabras do Japão

Indo para um lado mais sombrio, Junji Ito: Histórias Macabras do Japão é uma produção da Netflix que adapta obras do autor de terror japonês, com doze episódios explorando vinte contos escolhidos por Ito para mostrar diferentes facetas do horror asiático.

A série adapta contos populares do autor, como Balões Penduradores e Tomie, além de trazer aparições do personagem Souichi, baseado na adolescência de Junji Ito. A animação, um pouco diferente da normalmente vista em outros animes, também dá o tom do seriado.

4. The Midnight Gospel

The Midnight Gospel é uma animação muito interessante que utiliza visuais surrealistas para explorar temas filosóficos. Utilizando áudios do podcast do comediante e dublador do personagem principal, Duncan Trussell, a série mostra um viajante do multiverso chamado Clancy Gilroy. Viajando por mundos cada vez mais bizarros, ele encontra moradores e conversa com eles para entender melhor o universo.

Apesar da animação colorida e cheia de situações absurdas, as conversas de Gilroy com seus convidados são muito interessantes, como o episódio em que é tratado o tema de luto, utilizando o áudio de Trussell com a sua mãe, que veio a falecer três semanas após a gravação.

3. Love, Death & Robots

A antologia Love, Death & Robots é um incrível esforço criado por Tim Miller (Deadpool) e produzido por David Fincher (O Assassino) que explora os gêneros de fantasia, ficção científica, terror e comédia, sempre conectado ao conceito de amor, morte ou robôs.

A série surgiu quando Fincher e Miller tentaram criar um reboot do filme de ficção científica Heavy Metal, baseado na revista em quadrinhos de mesmo nome. Depois de anos com problemas para tirar o projeto do papel, a Netflix entrou na produção, que recebeu um novo nome e se tornou uma antologia.

Com cada episódio tendo uma história e estilo de animação diferente, a série envolve o espectador de maneira única, sendo visualmente estimulante, além de trazer histórias adultas e bem construídas.

2. Devilman Crybaby

Apesar de ser tecnicamente um anime, um gênero de animação que poderia receber uma lista própria com histórias para adultos, Devilman Crybaby merece a atenção por ser uma das séries mais devastadoras lançadas na Netflix.

Adaptando para tempos atuais o lendário mangá da década de 1970, Devilman Crybaby conta a história de Akira e seu amigo Ryo, que acabam se deparando com uma antiga raça de demônios que ameaçam a humanidade. Akira acaba se fundindo a um desses demônios, se tornando uma esperança na luta contra o mal, já que consegue manter a sua alma humana.

Porém, o agora Devilman encontra uma realidade em que é possível questionar se vale a pena salvar a humanidade, abordando temas como preconceito, paranoia, sexualidade e identidade, aliados a uma animação frenética e violenta. Certamente um anime que impacta o espectador até os seus últimos minutos.

1. Bojack Horseman

Provavelmente uma das animações mais famosas da Netflix, Bojack Horseman gira em torno de Bojack, um ator cavalo que fez sucesso em uma sitcom nos anos 80, mas que vive em Hollywood às custas da glória do passado. Depressivo, beberrão e sem saber direito o que fazer da vida, Bojack parece uma simples série de comédia que mistura humanos e animais falantes, mas basta assistir poucos minutos para saber que ela bate com força em dilemas da vida adulta.

Com histórias que tratam sobre saúde mental, vícios, traumas, racismo e sexismo, a série consegue trazer humor, mas discussões importantes, tudo usando um cavalo falante em Hollywood. Bojack Horseman foi considerada pela BBC a melhor animação do século 21 e é chamada como uma das melhores produções originais da Netflix.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade