PUBLICIDADE

'Assassinos da Lua das Flores': segredos do novo filme de Martin Scorsese

O filme estreia dia 19 de outubro nos cinemas.

16 out 2023 - 14h38
(atualizado às 16h31)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação / Divulgação

Preparados para mais um filme de Martin Scorsese? Se ainda não está, vem se preparar comigo!

Tem Scorsese, tem minha atenção. 'Assassinos da Lua das Flores' é o nome do próximo filme do diretor premiado e chega com cheiro de true crime.

A nova produção é inspirado no best-seller homônimo do escritor David Grann, que se baseou em uma história real para escrever sua obra. Na história, estamos no ano de 1920, mais especificamente em Oklahoma, nos Estados Unidos, quando vários assassinatos misteriosos começam a acontecer em uma região da tribo indígena Osage, também conhecida por ser um local riquíssimo em petróleo. 

A partir desses crimes, o FBI, que mal tinha nascido na época, é acionado para tentar desvendar esses assassinatos e tentar achar o serial killer responsável pelas mortes ou o grupo responsável. 

A história real também traz um marco para os apaixonados por investigação, já que mostra os primeiros passos de J. Edgar Hoover, considerado o primeiro diretor do FBI, e que assumiu a liderança do caso que marcou história. 

Para o elenco, Scorsese não economizou. O protagonista é interpretado por Leonardo DiCaprio e conta com Robert De Niro, Brendan Fraser, Jesse Plemons e Lily Gladstone.

Na história, DiCaprio será Ernest Burkhart, um homem completamente apaixonado por uma nativa americana, vivida por Lily, e que se vê mergulhado em uma conspiração de assinados e petróleo. 

E, por falar em economia, o filme também não vai economizar em horas e em dinheiro. Serão 3 horas e meia de duração e um orçamento de 200 milhões de dólares, o que dá 1 bilhão de reais. 

Originalmente, o filme tinha o selo Paramount, mas foi comprado pela Apple, que aceitou lançar o filme no cinema e depois levar para o seu streaming. 

O filme chega aos cinemas dos EUA dia 19 de outubro.

Vic View Paulista, formada em jornalismo e cinema, sempre foi apaixonada por filmes e séries. Aos poucos, começou a escrever suas primeiras críticas e percebeu que poderia transformar o universo da Cultura Pop em sua profissão.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade