PUBLICIDADE

CCXP22: Mauricio de Sousa e homenagem a Stan Lee são destaques do segundo dia

Além disso, o principal palco do evento vai exibir o jogo Brasil x Camarões, que se enfrentam na última rodada da fase de grupos da Copa do Mundo do Catar

2 dez 2022 - 10h10
(atualizado às 16h57)
Compartilhar
Exibir comentários

Depois de um começo com homenagem a Fernando Meirelles, celebração aos 20 anos de Cidade de Deus e anúncios de lançamentos da Disney, a CCXP segue com mais alguns painéis imperdíveis.

O dia começa com anúncios da Mauricio de Sousa Produções, às 11h30. Filmes, séries, HQs estão no horizonte da marca, que fará o painel Loucos pela MSP, no palco Thunder. Estarão presentes o pai da Turma da Mônica, Mauricio de Sousa, além de Sidney Gusman, Mônica Sousa e Marcos Saraiva.

O palco principal recebe, em seguida, um painel sobre Permlimps, novo projeto de Alê Abreu (O Menino e o Mundo), que será exibido com exclusividade na CCXP. Na ocasião estarão Alê Abreu, Giulia Benite, Lorenzo Tarantelli, Laís Bodanzky, André Hosoi para um bate-papo.

Em seguida é a vez de celebrar o grande criador Stan Lee. Se estivesse vivo, o pai da era moderna dos quadrinhos completaria 100 anos em dezembro deste ano. Homenageado no pôster da CCXP22, ele também será celebrado no palco principal do evento, às 14h45.

Após a homenagem, às 15h30, entra em campo o Globoplay e a SporTV, pouco antes do jogo da seleção brasileira contra o time de Camarões, quase como um aquecimento para a partida, que será exibida no Palco Thunder.

Depois do futebol, é a vez do painel do Jovem Nerd com o Spotify, juntos celebrando o momento especial para podcasts.

A noite do Palco Thunder se encerra com a presença de Tenoch Huerta, que interpreta Namor no filme Pantera Negra: Wakanda Para Sempre, marcando a primeira vez que a CCXP traz um convidado estrelando um filme em cartaz. Antes de entrar para a Marvel, ele já era conhecido por seu papel na aclamada série Narcos: México, da Netflix. Tenoch vem para CCXP22 para falar um pouco sobre sua carreira e como foi a experiência de participar de um dos maiores filmes do ano.

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade