3 eventos ao vivo

CCXP 2018: Columbus vai de Harry Potter a Goonies em painel

"Se eu estragasse Harry Potter teria que fugir para a Rússia", disse o diretor no primeiro painel do evento.

6 dez 2018
22h55
atualizado às 23h00
  • separator
  • comentários

A abertura dos painéis na CCXP 2018 ficou por conta de Chris Columbus, diretor conhecido por dirigir filmes que marcaram a infância de muita gente (como Os Goonies, Harry Potter e a Pedra Filosofal, Uma Babá Quase Perfeita, Esqueceram de Mim, entre outros).

Ovacionado pela plateia presente no auditório Cinemark nesta quinta-feira, dia 6, Columbus subiu ao palco demonstrando grande carinho pelo Brasil: "O povo brasileiro é o mais animado e apaixonado que já vi. É uma honra estar aqui", disse ele.

Chris Columbus participou da CCXP18
Chris Columbus participou da CCXP18
Foto: Suamy Beydoun / Agif / Estadão

O diretor acabou se emocionando ao conferir uma cena do primeiro filme da franquia Harry Potter, quando aparecem as cartas voando para o pequeno bruxo. Segundo ele, esta foi o único momento do filme que ele operou as câmeras.

Ainda sobre Harry Potter, Columbus contou que foi até a Escócia conhecer J.K. Rowling. "Chegando lá, ficamos 2 horas conversando e ela foi ótima, calorosa. Falei da minha visão do mundo e ela concordou. Naquele momento eu percebi se fizesse besteira no filme eu teria que fugir para a Rússia", contou ele fazendo o público cair na risada.

Em outro momento, comentou sobre sua parceria com Robin Williams, com quem trabalhou em filmes como Babá Perfeita e O Homem Bicentenário. Segundo ele, o ator foi um dos maiores e mais fofos artistas com quem já trabalhou "Ele dava o seu melhor o tempo todo e sempre queria reagir da melhor maneira possível aos outros atores", disse o diretor.

"Em Babá Perfeita Williams fazia 15 ou 20 vezes a mesma cena, algumas a versão roteirizada e as outras brincando ou improvisando", contou Chris, que teve que colocar três câmeras para pegar a reação dos atores que trabalhavam no set de filmagem.

O tom nostálgico continuou durante o painel, principalmente quando Columbus falou sobre Os Goonies. Segundo ele, não há possibilidade de uma sequência do filme: "Onde quer que eu vá, as pessoas me falam de Os Goonies. Eu acho que esse filme é parte do meu 'legado', se é que posso usar essa palavra. Todos pedem por uma sequência, mas eu não sei como isso poderia ser feito. Todos os personagens estão mais velhos. Eu acho que um filme desses deve existir por si só, não tem como fazer uma continuação".

"Há alguns anos eu me obriguei a reassistir Goonies e me tocou muito. Tenho muito orgulho de ter feito esse filme", completou.

Crônicas de Natal, filme da Netflix que contou com roteirização de Columbus, também foi tema do painel. Segundo ele, trabalhar com Kurt Russell foi uma das experiências mais prazerosas de sua carreira.

O diretor falou sobre trazer de volta os efeitos práticos ao invés do CGI. Conforme ele, embora não tenha dirigido Crônicas de Natal, o filme é um retorno à essas raízes.

Por fim, mesmo sem dar muitos detalhes, Chris Columbus revelou estar com vários projetos em andamento e que provavelmente o que sairá antes será um trabalho com a Netflix, que já está com o roteiro quase finalizado.

Portanto, ainda veremos muito de Columbus nas telonas e telinhas. "Quero ter uma carreira tão longa quanto a do Clint Eastwood", concluiu.

Acompanhe a cobertura completa da CCXP nos nossos perfis oficiais, através da hashtag #AdoroCinemaNaCCXP.

Veja também:

 

AdoroCinema

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade