PUBLICIDADE

SP: após brigas em 'esquenta', prefeito cancela carnaval e passa verba para educação

Uma pessoa foi hospitalizada após as festas de pré-carnaval na cidade de pouco mais de 15 mil habitantes

30 jan 2024 - 21h17
(atualizado em 31/1/2024 às 00h48)
Compartilhar
Exibir comentários
Montagem: o prefeito de Boa Esperança do Sul, Manoel do Vitorinho; trecho de vídeo das brigas que ocorreram nas festas pré-carnaval
Montagem: o prefeito de Boa Esperança do Sul, Manoel do Vitorinho; trecho de vídeo das brigas que ocorreram nas festas pré-carnaval
Foto: Reprodução/Redes Sociais

O prefeito do município de Boa Esperança do Sul, no interior de São Paulo, decidiu cancelar o carnaval na cidade depois de episódios de brigas no "esquenta" - forma como é chamado o pré-carnaval no local. Em uma live na segunda-feira, 29, o prefeito Manoel do Vitorinho (PP) anunciou o cancelamento das festividades e disse que a verba seria destinada para compra de aparelhos de ar-condicionado para as escolas do município.

Manoel do Vitorinho considerou como "muito grave" as brigas de sábado e domingo. Em uma das confusões, uma pessoa acabou sendo hospitalizada. O prefeito disse que ela está bem, mas ele não se sente seguro para permitir o carnaval.

"Quando a gente se propõe a fazer uma festa de graça para a nossa população, é para que os nossos munícipes venham aqui se divertir, e não para brigar e colocar a vida, não só deles, como de outras pessoas que estão aqui participando do evento, em risco", declarou o prefeito, antes de anunciar o cancelamento do carnaval.

"Nós não iremos fazer o carnaval na praça e nem em nenhum outro lugar. As pessoas, quando aprenderem a se comportar, terão festa. Festa não é uma prioridade, é sim um lazer que a gente gosta de proporcionar para o nosso povo, que a gente sabe que o nosso povo é trabalhador, que o nosso povo merece festa", disse. "Já que teve toda essa briga e muito grave, eu não vou colocar a vida de ninguém em risco, como gestor do município".

O prefeito afirmou que já cancelou os contratos fechados para a festa, e que já havia iniciado as compras dos aparelhos de ar-condicionado para as escolas municipais.

Boa Esperança do Sul é um município com pouco mais de 15 mil habitantes. Tradicionalmente, a cidade realiza um rodeio anual, mas o prefeito disse ainda que poderia cancelar esse evento e as festas de final de ano no município caso situações de confusão se repitam.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade