PUBLICIDADE

Zeca Pagodinho alfineta fã na plateia, diz ser mais bonito que Diogo Nogueira e reclama de presente

Cantor se apresenta neste domingo, 4, para comemorar seu aniversário de 65 anos de vida e 40 de carreira

4 fev 2024 - 22h13
(atualizado em 5/2/2024 às 00h06)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Zeca Pagodinho deu uma alfinetada em um fã em seu show de comemoração aos seus 65 anos de idade e 40 de carreira. "Veio aqui fazer o que?", disse ele.

O cantor Zeca Pagodinho comemorou os 40 anos de carreira -- e os 65 anos de idade-- em grande estilo na noite deste domingo, 4. Com mais de 35 mil ingressos vendidos, a festa de aniversário lotou o Estádio Nilton Santos, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e contou com a presença especial de grandes nomes do samba, entre eles Jorge Aragão, Pretinho da Serrinha, Xande de Pilares e Diogo Nogueira.

A irreverência de Zeca tomou conta do show, que levou o público --composto de por muitos idosos-- à loucura durante a interpretação de seus grandes hits. Ninguém --ou quase ninguém-- ficou parado. Exceto uma fã, que levou uma bronca: "Não vai cantar, não? Veio aqui fazer o que?", disse o sambista. 

Alcione e Jorge Aragão foram muito saudados pelo músico, que não perdoou o amigo Diogo Nogueira: "Ele é meu primo, mas eu sou o mais bonito", brincou ele, que mais uma vez arrancou gargalhadas do público e dos convidados.  

Show em comemoração aos 40 anos de carreira de Zeca Pagodinho conta com a participação de Xande de Pilares, Diogo Nogueira, Jorge Aragão e Pretinho da Serrinha,
Show em comemoração aos 40 anos de carreira de Zeca Pagodinho conta com a participação de Xande de Pilares, Diogo Nogueira, Jorge Aragão e Pretinho da Serrinha,
Foto: Webert Belicio/ Agnews

No começo do show, o cantor também brincou dizendo que seu sapato estava apertado e que a peça era presente de aniversário e ele ainda não havia provado. 

O músico fez uma pausa para ir ao banheiro e parou o show ao se confundir durante o anúncio de uma música. Zeca anunciou "Mutirão do Amor", como se fosse de Alcione, mas logo se corrigiu: "Espera aí, essa música não é da Alcione", disse. 

Teve também a pausa para um pedido especial: "Estou com a garganta seca", disse ele, ao pedir o copo a seu assistente. "Não pode. O juizado de menor não deixa", disse aos risos quando recebeu o copo de cerveja.

Zeca chamou o estádio de Engenhão, fazendo um trocadilho durante a música "Maneiras". Botafoguense, o cantor trocou a frase "é gente que vive chorando de barriga cheia" por "é gente que vive chorando e o Engenhão tá cheio". 

No final da música "Cadê Meu Amor", com participação da cantora Iza, Zeca parafraseou o cantor Roberto Carlos. "Estou igual ao Roberto Carlos, são tantas emoções".

O show foi interrompido uma segunda vez, por conta de um erro de tom na música "Casal Sem Vergonha". "Assim não dá. Tá bom não, tá reverberando", disse aos músicos, que pareceu muito bem durante todo o show. "Você sabe que eu sou diabético, sabe que eu tomo remédio. Tenho que ir ao banheiro toda hora mesmo", disse ele a sua equipe na volta de uma de suas pausas para o banheiro. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade