PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Após 12 anos, Claudia Leitte não se arrepende do polêmico álbum Negalora: 'Para trás, está tudo lindo'

Cantora se apresentou no pré-carnaval de Guarulhos neste sábado, 3

3 fev 2024 - 16h26
Compartilhar
Exibir comentários
Claudia Leitte fala em carnaval de 2024 e 12 anos de 'Negalora'
Claudia Leitte fala em carnaval de 2024 e 12 anos de 'Negalora'
Foto: Reprodução/Instagram @claudialeitte

Assim como o trio elétrico, Claudia Leitte quer andar sempre para frente. Quem garantiu foi a própria artista em entrevista ao Terra neste sábado, 3. Ela ainda revelou que não se arrepende do polêmico álbum Negalora e compartilhou as expectativas para a folia deste ano. 

Nos preparativos para a festa, Claudia se apresentou no pré-carnaval do Bloco Banda Banda, em Guarulhos, São Paulo. Em Destrava, sua nova aposta para a folia, a artista canta que esse será o carnaval da sua vida. O otimismo vem depois de um retorno difícil no ano passado. 

Para a cantora, voltar a comandar um trio elétrico em 2023 não foi nada fácil. Ela credita o momento complicado ao turbilhão de emoções do pós pandemia. "Viemos de um momento de ostracismo completo. Por mais que estivéssemos naquela 'onda' de sair de vez em quando, de fazer shows, a gente ainda não se sentia preparado", explicou. 

Por isso, Claudia conta que se emocionou muito em cima do trio e se esforçou além da conta para conseguir equilibrar o sentimento com o ofício. "Vivi uma carga de emoção muito forte, tendo que saber controlar e lidar com isso tudo foi bem difícil em cima do trio. Agora estou mais relaxada", garantiu. 

Cantora se apresentou no pré-carnaval de Guarulhos
Cantora se apresentou no pré-carnaval de Guarulhos
Foto: Reprodução/Instagram @claudialeitte

12 anos do polêmico 'Negalora'

Em 2024, o álbum Negalora completa 12 anos. Na época, a obra foi muito criticada pelo nome e pela capa, que apresentava Claudia Leitte dividida em duas e pintada de branco e marrom. Muita gente apontou a prática de blackface na arte do disco.

Considerado um ato racista, o blackface ocorre quando uma pessoa de pele branca se pinta com tinta preta para representar uma pessoa negra. Sobre o assunto, a cantora assegurou que não tem o costume de olhar para trás com arrependimento. 

"Eu olho para frente. Como o trio vai para frente, eu vou para frente. Para trás, está tudo lindo. Tudo pavimenta o que a gente faz hoje, tudo serve para construir", ressaltou ao Terra

Ela ainda destacou que seu maior objetivo é trazer leveza para os foliões durante o carnaval. "Meu carnaval é um parque de diversões. Eu quero levar para a galera a mensagem desse momento. Quero falar de música, de alegria, trazer um pouco da memória afetiva das pessoas para a rua. Quando olhamos lá de cima [do trio], vemos um monte de criança se divertindo!", finalizou. 

Confira o vídeo: 

É o Tchan já teve outro nome e cantora que virou gospel; teste sua memória É o Tchan já teve outro nome e cantora que virou gospel; teste sua memória

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade