'Pai' do ratinho 'Topo Gigio' morre de Covid na Itália

Guido Stagnaro criou personagem, mas abriu mão de seus direitos

20 fev 2021
13h56 atualizado às 14h02
0comentários
13h56 atualizado às 14h02
Publicidade

Morreu na última quinta-feira (18), aos 96 anos de idade, o diretor de TV e escritor italiano Guido Stagnaro, o "pai" do personagem "Topo Gigio", o inocente ratinho bochechudo e de orelhas grandes que conquistou crianças no mundo inteiro.

'Topo Gigio' é um dos personagens de maior sucesso na TV italiana
'Topo Gigio' é um dos personagens de maior sucesso na TV italiana
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Stagnaro faleceu em Milão, vítima da Covid-19, mas sua morte foi divulgada apenas neste sábado (20). Considerado um dos pioneiros da televisão na Itália, ele escreveu e dirigiu dezenas de atrações, especialmente infantis, na emissora pública Rai e depois em canais privados.

Sua criação mais famosa é o ratinho "Topo Gigio", mas ele entregou os direitos do personagem para o casal Federico Caldura (fabricante de fantoches) e Maria Perego (artista de animação, produtora e roteirista da Rai), que o transformariam em sucesso mundial.

"Topo Gigio" estreou em 1959, dublado inicialmente pelo cantor Domenico Modugno, e é presença constante na TV italiana desde então. O fantoche também fez sucesso em dezenas de países, incluindo o Brasil, onde chegou em 1969, no programa "Mister Show", da TV Globo, contracenando com o humorista Agildo Ribeiro.

Stagnaro abriu mão dos direitos do personagem para se dedicar a outros projetos.  

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade