PUBLICIDADE

Escavações na Itália revelam esqueletos milenares abraçados

Corpos datam da Alta Idade Média e seriam de mãe e filho

26 fev 2024 - 11h36
(atualizado às 11h45)
Compartilhar
Exibir comentários

Escavações em um sítio arqueológico no centro da Itália revelaram dois esqueletos da Alta Idade Média abraçados, provavelmente uma mãe que aperta um filho contra o peito.

A sepultura foi localizada na cidade de Fano, na província de Pesaro Urbino e, de acordo com arqueólogos, não possui bens funerários, portanto é difícil estabelecer com exatidão a idade das ossadas, mas análises estratigráficas colocam sua origem entre os séculos 6 e 10 da era comum.

"Sabemos com certeza que trata-se de um adulto e um menino, e as primeiras informações indicam que o adulto parece ser efetivamente uma mulher, ainda que, para garantir que seja a mãe, seja necessário analisar o DNA dos restos mortais", disse à ANSA a arqueóloga Ilaria Venanzoni, da Superintendência de Belas Artes das províncias de Ancona e Pesaro Urbino.

"De qualquer maneira, é plausível que seja um familiar abraçando o menino", acrescentou. No mesmo local, durante a reforma da pavimentação de uma praça em Fano, foram encontrados recentemente outros dois túmulos com um feto e um recém-nascido.

"Nesta zona, escavações do passado também já haviam identificado restos romanos talvez pertencentes a uma casa ou uma estrutura termal", declarou Venanzoni.

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade