PUBLICIDADE

Cometa do Diabo se tornará visível a olho nu; veja como observar

Evento astronômico raro que acontece a cada 71 anos, tempo em que o cometa completa uma órbita ao redor do Sol

12 mar 2024 - 10h32
Compartilhar
Exibir comentários
O apelido "Cometa do Diabo" se deve ao fato de, às vezes, sua cauda se assemelhar a um par de chifres (Imagem: Reprodução/Comet Chasers/Students do St Mary's Primary School Bridgend)
O apelido "Cometa do Diabo" se deve ao fato de, às vezes, sua cauda se assemelhar a um par de chifres (Imagem: Reprodução/Comet Chasers/Students do St Mary's Primary School Bridgend)
Foto: Canaltech

O cometa 12P/Pons-Brooks está prestes a atingir seu ponto mais próximo em sua órbita da Terra. Se o nome não lhe parece familiar, vale lembrar que ele é conhecido como o "Cometa do Diabo", e é maior que o Monte Everest!

O que essa proximidade significa? Que ele poderá ser visto a olho nu nas próximas semanas, em um evento astronômico raro que acontece a cada 71 anos, tempo em que o cometa completa uma órbita ao redor do Sol.

Ou seja, ele é visto da Terra apenas uma vez nesse período, tornando-se uma experiência única na vida.

Observação a olho nu

O cometa se move da constelação de Andrômeda para Peixes, com isso, passa por estrelas brilhantes que facilitarão a sua localização em determinadas datas. Então, anote aí:

  • Em particular, em 31 de março, 12P/Pons-Brooks estará a apenas 0,5 grau da estrela brilhante chamada Hamal — explicou Paul Strøm, astrofísico da Universidade de Warwick, em entrevista ao The Guardian.
  • Por enquanto, o cometa é melhor avistado do Hemisfério Norte, mas a sua observação ficará mais fácil à medida que ele se aproximar do Sol.
  • O periélio, nome dado ao ponto da órbita mais próximo da estrela, deve acontecer no dia 21 de abril de 2024.
  • A partir dessa data, ele deverá se tornar mais visível no Hemisfério Sul, enquanto deixará de ser observável no Norte;
  • Em 2 de junho, o cometa ficará mais próximo da Terra, cerca de 232 milhões de quilômetros. Ele ainda será observável, mas com a ajuda de binóculos, já que estará mais distante do Sol.
  • Após se aproximar de nós, a rocha espacial será lançada gravitacionalmente de volta ao sistema solar exterior e não retornará até 2095. 

Calendário astronômico 2024 vai ter "Cometa do Diabo", superlua e mais eclipse Calendário astronômico 2024 vai ter "Cometa do Diabo", superlua e mais eclipse

Cometa do Diabo

O corpo celeste é conhecido popularmente por este apelido devido à sua aparência, que se assemelha à de chifres durante as fases de maior atividade

O cometa foi comparado ao Millennium Falcon de Star Wars, por causa de seu par de ‘chifres’ vistos nas imagens.  Astrônomos amadores já tiraram fotos do 12P/Pons-Brooks com telescópios especializados, mas em breve ele deverá se tornar visível a olho nu.

Segundo o astrônomo Richard Miles, da British Astronomical Association, em declaração para o site Spaceweather.com, esse cometa tem comportamento comparável ao de um gêiser, devido à sua erupção periódica de gelo e gás.

Ele tem aproximadamente 30 quilômetros de diâmetro — cerca de três vezes o tamanho do Monte Everest. Segundo observações, ele passa por episódios de atividade a cada quinze dias.

Os episódios de atividade desse cometa são verdadeiros eventos criovulcânicos, nos quais ele libera uma mistura de gases e gelo. Isso ocorre quando ele se aproxima do Sol, aquecendo-se e acumulando pressão interna até que a liberação explosiva de nitrogênio e monóxido de carbono projete detritos gelados para o espaço.

Esse processo cria visões impressionantes no céu, que já foram comparadas a chifres de diabo ou mesmo naves espaciais de ficção científica.

Mas, fique tranquilo, apesar da aproximação com o nosso planeta, os especialistas dizem que o Cometa do Diabo não representa riscos para a Terra.

O nome é o que mais vem chamando a atenção na internet. Apesar de ser chamado oficialmente de 12P/Pons-Brooks, ele ficou conhecido como "Cometa do Diabo" por ter dois "chifres" feitos de gelo e gás.
O nome é o que mais vem chamando a atenção na internet. Apesar de ser chamado oficialmente de 12P/Pons-Brooks, ele ficou conhecido como "Cometa do Diabo" por ter dois "chifres" feitos de gelo e gás.
Foto: Comet Chasers/Richard Miles / Flipar

Dicas de como observar:

Para ver o Cometa 12P/Pons-Brooks, olhe para oeste no céu noturno e encontre a Grande Praça de Pégaso – as quatro estrelas de brilho quase igual.

Nas próximas semanas, o cometa se moverá da Grande Praça de Pégaso em direção a Áries, o Carneiro, que forma uma forma de V solta.

Embora seja difícil prever a aparência de um cometa e quão brilhante ele se tornará, o público deve ficar atento ao que parece ser “uma bola de neve suja de formato irregular”. 

O ideal, segundo especialistas, é que você vá a algum lugar com uma visão clara do horizonte no oeste e escolha uma noite com céu limpo.

Quando esta aproximação ocorrer, espera-se que 12P/Pons-Brooks seja visível a olho nu como uma mancha tênue semelhante a uma estrela com uma cauda nebulosa. 

Fonte: Redação Byte
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade