PUBLICIDADE

SpaceX decide tirar 100 satélites Starlink da órbita terrestre

A SpaceX anunciou que vai desorbitar 100 satélites Starlink como uma forma de diminuir a quantidade de espaçonaves potencialmente perigosas na órbita da Terra

15 fev 2024 - 17h40
(atualizado em 16/2/2024 às 09h13)
Compartilhar
Exibir comentários

A SpaceX anunciou que vai desorbitar 100 dos seus satélites ao longo das próximas semanas. A decisão foi tomada como uma forma de diminuir a quantidade de espaçonaves potencialmente perigosas na órbita da Terra, que representam riscos de colisões com outros objetos no espaço.

Foto: SpaceX / Reprodução / Canaltech

Em uma publicação no X, o antigo Twitter, a empresa explica que suas equipes notaram um problema comum neste pequeno grupo de satélites, que pode aumentar a probabilidade de falhas no futuro porque talvez não seja possível desviá-los de outras espaçonaves. 

Assim, a SpaceX descreve que a ação "é o certo a se fazer para manter o espaço seguro e sustentável". O procedimento deve levar seis meses, e durante o período, todas as unidades vão manter seus recursos de manobras e desvio.

"Estes satélites em desórbita vão ter responsabilidade de [executar] manobras para qualquer conjunção de grande risco, em consistência com as melhores práticas de segurança e sustentabilidade no espaço", acrescentaram no comunicado.

Os satélites Starlink foram projetados para usar dados da Força Espacial e da empresa LeoLabs, e assim, determinar de forma autônoma quando é necessário desviar de outras espaçonaves. Entre junho e novembro do ano passado, os Starlink fizeram mais de 24 mil manobras de desvio

Pode parecer que 100 satélites são uma quantidade grande de dispositivos. Por outro lado, vale lembrar que há mais de 5.400 satélites Starlink no espaço, e a empresa tem aprovação regulatória para lançar até 12 mil deles. Futuramente, a SpaceX planeja aumentar esta quantidade para 40 mil ou mais. 

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade