PUBLICIDADE

Sonda Psyche tira primeiras fotos do espaço em testes de câmera

A sonda Psyche tirou fotos de estrelas na constelação de Peixes durante testes da sua câmera, feitos enquanto viaja rumo ao asteroide 16 Psyche

6 dez 2023 - 17h13
(atualizado às 20h25)
Compartilhar
Exibir comentários

A sonda Psyche tirou suas primeiras fotos do espaço. Segundo um comunicado da NASA, a espaçonave ativou suas câmeras nesta segunda-feira (4) e as apontou para a direção da constelação Peixes, capturando imagens que mostraram o bom funcionamento delas.

Foto: NASA/JPL-Caltech/ASU / Canaltech

Ela foi lançada em outubro rumo ao Cinturão de Asteroides, e só deve chegar lá em 2029. Assim, para garantir que seus instrumentos vão funcionar corretamente durante a viagem, os cientistas testaram todos os dispositivos dela.

Um dos instrumentos verificados foi o de imagens, formado por um par de câmeras idênticas. O dispositivo tirou quase 70 fotos de uma região repleta de estrelas na constelação de Peixes, e os dados obtidos vão ajudá-los a ajustar a câmera conforme necessário.

Região na constelação Peixes; a estrela mais brilhante da foto é mu Pisces, que aparece no canto inferior direito como mu Piscium (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/ASU)
Região na constelação Peixes; a estrela mais brilhante da foto é mu Pisces, que aparece no canto inferior direito como mu Piscium (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech/ASU)
Foto: Canaltech

A foto acima é um mosaico, que mostra várias estrelas registradas em dados "crus". Isso significa que o ruído registrado (como luzes vindas de outras fontes) não foi removido. Ela é a primeira luz do instrumento, ou seja, representa seu primeiro uso.

Jim Bell, cientista líder dos instrumentos de imagem da Psyche, explica que estas fotos são apenas o começo do que a missão vai oferecer. "Começamos a checar as câmeras com fotos de estrelas como estas, e então, em 2026, vamos testar imagens de Marte durante o sobrevoo da nave", explicou.

Em 2029, eles devem receber as fotos mais aguardadas da missão. "Finalmente vamos receber nossas fotos empolgantes: as do nosso alvo, o asteroide Psyche", acrescentou. E, claro, estes registros vão ser divulgados para o público.

Durante as observações iniciais, os cientistas testaram os diferentes filtros de cores da câmera. Estes filtros vão permitir que capturem imagens em comprimentos de onda visíveis e invisíveis aos olhos humanos, que vão ajudar a determinar a composição do asteroide 16 Psyche.

Outro instrumento testado foi o magnetômetro da Psyche, que vai coletar dados importantes sobre a formação do asteroide. Eles concluíram que o dispositivo pode detectar campos magnéticos bem pequenos com precisão, e pouco após ativá-lo, tiveram uma surpresa: ele detectou uma ejeção de massa coronal vinda do Sol! Desde então, os pesquisadores vêm acompanhando as mudanças no clima espacial durante a jornada da sonda.

Fonte: JPL

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Publicidade